Em cartaz: Os Sonhos de Um Sonhador: A História de Frank Aguiar | Cabine Cultural
Cinema Notícias

Em cartaz: Os Sonhos de Um Sonhador: A História de Frank Aguiar

Logo Cultura PopColuna da jornalista Úrsula Neves sobre tudo que acontece no universo da cultura pop

Os Sonhos de Um Sonhador: A História de Frank Aguiar

O longa Os Sonhos de Um Sonhador: A História de Frank Aguiar, distribuído no Brasil pela Elite Filmes, de Caco Milano, estreia nos cinemas nesta quinta, dia 9 de junho. Fazem parte do elenco os atores Gustavo Leão (Frank Aguiar), Chico Anysio (Alemão), Nelson Xavier (Chico das Dores), Rosi Campos (Dona Zulmira) e Neusa Borges (Dona Chica), entre outros.

Os Sonhos de um Sonhador conta a história do cantor Frank Aguiar. O filme mostra a inspiração do músico na sua infância, até iniciar sua jornada em busca de reconhecimento além das fronteiras do Piauí. Enfrentando dificuldades, arrumando seus jeitos e malandragens, Frank se torna um músico popular com seu forró eletrônico.

O circuito de lançamento inclui as seguintes cidades: São Paulo/SP (Cinemark Aricanduva), São Bernardo do Campo/SP (PlayArte Metrópole), Teresina/PI (Cinépolis Rio Poty), Jaboatão dos Guararapes/PE (Cinépolis Guararapes), Salvador/BA (Orient Shop Bahia), Juazeiro do Norte/CE (Orient Cariri shop) e Parnaíba/PI (Multicine Parnaíba).
Filme de Frank Aguiar

Filme de Frank Aguiar

Entrevista com o diretor
Para o diretor Caco Milano, contar a história de Frank Aguiar foi uma experiência muito intensa, pois ele busca a vitória em tudo que realiza, não aceita nenhum tipo de submissão a adversidade. “Contar sua história foi contar um pouco da história de cada um dos brasileiros que buscam o sucesso, seja na área que for”. Fazer o filme me fez entender um Brasil que eu ainda não havia notado, mas que é o Brasil mais explicito e vivo de todos, o Brasil dos populares! O Brasil operário que acorda cedo para buscar sua história de conquista!”, destacou.

Milano lembra que o convite para Chico Anísio foi feito após ele e Frank Aguiar assistirem a uma entrevista na TV em que o humorista dizia: “Pena que o cinema brasileiro me descobriu tarde”. “Na hora começamos a sonhar: Chico Anysio tem que estar no nosso filme. Foi quase impossível conter nossa euforia quando nossa produtora Sonia Fossati trouxe a resposta positiva”.

Leia também:  Exposição Permissão para falar fica até final de março na galeria Athena Contemporânea, no Rio

Para o diretor, trabalhar com Chico Anysio foi sem dúvida uma grande experiência. “Como dirigi-lo? O homem era uma metralhadora de ideias e improvisações. Desde o início decidimos que não definiríamos textos para ele, mas direções. E deixamos que criasse à vontade.”

Curiosidades sobre o filme:
  • O filme foi rodado em 30 dias totais: 20 dias no Piauí e 10 dias em São Paulo;
  • Alguns dos patrocinadores participaram de algumas cenas como figurantes e atores secundários;
  • O sobrinho de Frank Aguiar faz o papel do irmão dele no filme;
  • Na filmagem no interior do Piauí não chovia há 50 anos e, justo na semana de filmagem, caiu a maior tempestade, derrubando barreiras e alagando estradas adiando as filmagens em três semanas, será que foi um sinal?;
  • O filme foi produzido inteiramente sem incentivos fiscais.
Leia também:  Espetáculo Leo e Bia, com a atriz Isabella Santoni no elenco, estreia no Rio de Janeiro
Assista ao trailer

Úrsula Neves fotoJornalista carioca, mãe do Heitor. Gerente de Conteúdo e de Projetos do Digitais do Marketing. Colunista convidada do Blog Eu, Ele e as Crianças. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo. No Cabine Cultural possui a coluna Cultura Pop e ETC… sobre tudo que acontece no universo da cultura pop.

Deixe uma resposta