Espetáculo Bonecas Quebradas, que faz parte do Projeto Mulheres em Cena: Corpo e Violência, estreia no Rio de Janeiro | Cabine Cultural
Agenda Notícias Teatro

Espetáculo Bonecas Quebradas, que faz parte do Projeto Mulheres em Cena: Corpo e Violência, estreia no Rio de Janeiro

Bonecas Quebradas - Patricia Cividanes

Bonecas Quebradas – Patricia Cividanes

“Bonecas Quebradas é parte do projeto Mulheres Em Cena: Corpo e Violência, que vai reunir filmes, leituras e debates sobre a condição da mulher”

A história de Ciudad Juarez, no México, na fronteira com El Paso, no território norte-americano, é especificamente icônica. Desde 1993, contabilizam-se na região milhares de assassinatos de mulheres sem a devida punição. Todos os crimes seguem o mesmo padrão: sequestro, violência sexual, morte por asfixia, perfurações corporais, esquartejamento e desaparecimento dos cadáveres. Poucos corpos são encontrados e, quando localizados, geralmente em um período de tempo muito grande após o assassinato, encontram-se em um estado que impossibilita a investigação minuciosa. Os crimes estão prescrevendo, os mexicanos se sentem impotentes e o mundo não tem ideia do que se passa ali. A peça Bonecas Quebradas, que estreou nesta quinta-feira, dia 9 de junho, no Sesc Copacabana, no Rio de Janeiro, usa esse emblemático acontecimento para falar sobre o feminicídio na América Latina.

Leia também:  "E o vento vai levando tudo embora" estreia no Rio de Janeiro

No elenco estão Luciana Mitkiewicz, Lígia Tourinho e Ilea Ferraz, com dramaturgia compartilhada de João das Neves, Verônica Fabrini, Isa Kopelman e as próprias Luciana e Lígia. O espetáculo busca investigar a imagem dae uma boneca quebrada, maltratada, despida, riscada, despedaçada, como nos devaneios mais infantis, para descobrir os motivos de seu despedaçamento. Essa imagem instigou as atrizes idealizadoras do projeto, Luciana Mitkiewicz e Lígia Tourinho, a pesquisar outros mundos, a participar da dor de algo desconhecido e assustador, que acabou levando toda a equipe de criação ao México, em fevereiro de 2015, para descoberta dos casos de violência extrema contra mulheres na fronteira com o maior consumidor de drogas do mundo: os Estados Unidos.

Bonecas Quebradas é parte do projeto Mulheres Em Cena: Corpo e Violência, que vai reunir filmes, leituras e debates sobre a condição da mulher, além de uma temporada da peça O Corpo da Mulher Como Campo de Batalha, de Matéi Visniec, que também trata da violência contra o corpo da mulher, tendo como pano de fundo a guerra da Bósnia. Mulheres em Cena abre sua programação dia 24 de maio com leituras de ambos os espetáculos, exibição de documentários seguida de um debate sobre o tema “violência contra as mulheres” com ativistas, juristas e advogadas.

Leia também:  Peça O Olho de Vidro segue até o final do mês no Centro Cultural dos Correios do RJ

Ficha Técnica
ENCENAÇÃO:
Verônica Fabrini
DRAMATURGIA DE PROCESSO: Isa Kopelman, Lígia Tourinho, Luciana Mitkiewicz e Verônica Fabrini
DRAMATURGO CONVIDADO: João das Neves
CONSULTORIA TEÓRICA: Ileana Diéguez
ELENCO: Ilea Ferraz, Lígia Tourinho e Luciana Mitkiewicz
DIREÇÃO MUSICAL: Silas Oliveira
ILUMINAÇÃO: Bruno Garcia
CRIAÇÃO DE VÍDEOS:  Júlio Matos e Coraci Ruiz (Laboratório Cisco)
CENÁRIO E FIGURINOS: Rodrigo Cohen
PREPARAÇÃO VOCAL: Flavio Lauria
DIREÇÃO TÉCNICA: RGB Brasil
OPERAÇÃO DE VÍDEO E SOM: Alex Guimarães
OPERAÇÃO DE LUZ: Alexandre Greco
ASSISTENTE DE CENOGRAFIA: Érico Damineli
CENOTÉCNICO: Basquiat Rezende
ASSISTENTE DE FIGURINOS: Silvana Nascimento
EQUIPE DE COSTURA: Adelvane Neia, Maria do Carmo Bianchi, Nilton Machado e Silvana Modelli
FOTOS DE PROCESSO: Maycon Soldan
FOTOS DE CENA: Maycon Soldan e Patrícia Cividanes
IDEALIZAÇÃO DE PROJETO E DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Lígia Tourinho e Luciana Mitkiewicz
REALIZAÇÃO: Bonecas Quebradas Teatro
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Lu Nabuco Assessoria em Comunicação

Leia também:  Escravos, de Machado de Assis, volta aos palcos na Casa de Cultura Laura Alvim

Serviço
Bonecas Quebradas

Temporada: De 9 de junho a 26 de junho
Horários: 1ª semana – De quinta a domingo. Quintas aos sábados, às 21h, domingos, às 20h
2ª a 3ª semana – De quarta a domingo. Quartas aos sábados, às 21h, e domingos às 20h.
Local: Sesc Copacabana / Mezanino – Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana – Rio de Janeiro/RJ
Mais informações pelo site ou telefone (21) 2547 0156
Ingresso: R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia-entrada), R$5,00 (associados SESC)
Bilheteria: de terça a domingo a partir das 15h às 19 horas. Vendas antecipadas no local.
Gênero: Drama documental
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos

Deixe uma resposta