Entrevista: Maria Fernanda Cândido estrela Meu Amigo Hindu, atração de Supercine neste sábado em homenagem a Hector Babenco | Cabine Cultural
Notícias Televisão

Entrevista: Maria Fernanda Cândido estrela Meu Amigo Hindu, atração de Supercine neste sábado em homenagem a Hector Babenco

Maria Fernanda Cândido no filme Meu Amigo Hindu

Maria Fernanda Cândido no filme Meu Amigo Hindu

Filme acompanha cineasta com câncer terminal que conhece menino hindu; exibição acontece em homenagem ao cineasta falecido nesta semana

Olha que gesto bacana da Rede Globo: em homenagem ao cineasta Hector Babenco, que morreu na noite desta quarta-feira, dia 13 de julho, vítima de uma parada cardiorrespiratória, a emissora carioca exibe o belo filme Meu Amigo Hindu (2015), estrelado pela atriz Maria Fernanda Candido e inédito na TV brasileira.

A exibição acontece no Supercine deste sábado, logo depois do Altas Horas.

Imperdível!

Na trama, Willem Dafoe é Diego, um cineasta diagnosticado com câncer terminal. Para sobreviver, ele precisa ir aos Estados Unidos para se submeter a um transplante experimental de medula óssea. Antes da viagem, contudo, ele resolve se casar e se despedir dos amigos.

Chegando lá, ele passa por uma recuperação complicada, que o leva a refletir sobre a vida e a morte. Até que ele conhece um menino hindu de oito anos, que também esta internado. Juntos, os dois vivem aventuras fantasiosas, inspiradas no cinema, que ajudam a enfrentar e a superar o difícil momento pelo qual ambos estão passando.

Entrevista Maria Fernanda Candido

Na época do lançamento, a atriz foi entrevistada pelo site. Confira!

– Cabine Cultural: Conta para o(a)s nosso(a)s leitore(a)s como foi pra ti gravar um filme do Hector Babenco e contracenar com um elenco tão qualificado?

– Maria Fernanda Cândido: Olha, na minha experiência profissional foi um evento ímpar. O Hector é um diretor que eu já admiro a sua filmografia há muito tempo e é um cara bastante intenso no set de filmagem, e isso faz com que nós, toda a equipe, tenhamos que nos entregar ao trabalho de uma forma muito forte e comprometida.

Sobre o elenco, foi um prazer enorme dividir espaço no filme com todos eles. Mas com o Willem Dafoe foi ainda mais especial, porque foi com ele que eu contracenei a maior parte do tempo. Bom, o óbvio sobre ele a gente já sabe, é um ator com uma vasta experiência no cinema internacional que já trabalhou com os diretores mais conceituados do mundo e foi fantástico poder dividir o set com ele. Mas, para além disso, para além do óbvio, teve uma coisa interessante. Trabalhar com o Willem me possibilitou recordar o porquê eu escolhi ser atriz. Continue a leitura







Deixe uma resposta