Jennifer Lawrence: Megapix exibe pela 1ª vez Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1. Leia crítica | Cabine Cultural
Notícias Televisão

Jennifer Lawrence: Megapix exibe pela 1ª vez Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1. Leia crítica

Jogos Vorazes A Esperança Parte 1

Jogos Vorazes A Esperança Parte 1

 

Filme serve como importante ligação para os eventos do final da história; mais lento, mais reflexivo, mais político, mais instigante, menos explosivo

Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 será exibido pela primeira vez na TV no canal fechado Megapix neste sábado, dia 23 de setembro, às 22h30. A produção também poderá ser vista a qualquer momento, a partir do dia 26, no Megapix Play. Segundo filme da trilogia baseada nos romances de Suzanne Collins, a saga continua a história de Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence).

Crítica
Mockingjay – Part 1 começa com Katniss ainda atordoada pelos acontecimentos finais de Em Chamas, quando ela (somente ela), ao final, é resgatada e levada para o lendário Distrito 13, onde grande parte da nova história se passa, e onde também uma importante peça ganha importância. Falo da Presidente Alma Coin (a linda Julianne Moore). A liderança exercida por Alma é daquelas bem peculiares, já que sua postura não parece nem um pouco com os tradicionais líderes populares, revolucionários, que colocam nas palavras todo o entusiasmo de suas crenças, e que leva o povo a segui-lo somente por isso.

Alma representa e simboliza bem o que de melhor acontece em A Esperança – Parte 1: as questões e reflexões políticas. O filme acaba sendo um interessante tratado de como a política e o marketing político podem vencer guerras. De um lado vemos Katniss e toda a simbologia do Mockingjay, que representa a revolução; de outro lado temos a Capital e o Presidente Snow (Donald Sutherland) que se utiliza de Peeta (Josh Hutcherson) para ganhar ainda mais poder e enfraquecer emocionalmente a heroína. É quase um jogo de xadrez, exceto pelo fato de que, mesmo mais lento, a história ainda reserva ótimas sequências de ação… Continua a leitura

Imperdível.



Deixe uma resposta