menu
Entrevista exclusiva com Erom Cordeiro, ator que interpreta o ex-policial Sergio na série Supermax | Cabine Cultural
Notícias Televisão

Entrevista exclusiva com Erom Cordeiro, ator que interpreta o ex-policial Sergio na série Supermax

Erom Cordeiro

Erom Cordeiro

Coluna Leitura em Série, do site Feminino e Além; nesta semana uma entrevista com o ator que interpreta o ex-policial em Supermax

Por Feminino e Além

Com 39 anos (24 deles dedicados à uma carreira sólida e representativa), Erom Cordeiro esbanja uma versatilidade multimídia. O ator, que atualmente vive o ex-policial Sergio na recém estreada série Supermax (Globo), concedeu uma entrevista pra coluna Leitura em Série onde fala sobre o trabalho de preparação do seu personagem, dos desafios e das inspirações de quem não se prende a um habitat artístico e vive intensamente cada papel na tela da TV, no palco ou no cinema.

1) Em Supermax, série que marca a incursão da TV Globo no gênero do terror, você dará vida a Sérgio, um ex-capitão da polícia. No processo de preparação da série você e os demais atores do elenco ficaram “presos” em um presídio isolado dos Estúdios Globo. Conte-nos um pouco sobre seu personagem, seu processo de criação cênica e como se deu a construção dessa atmosfera de reality show, clausura e tensão entre os atores, os roteiristas e a direção.

Não ficamos presos. Tivemos uma preparação de 3 semanas bastante intensa. O cenário foi construído numa área mais afastada no Projac e dava essa sensação de isolamento. Foi tudo muito bem cuidado e discutido. E tudo contribuía pra gente instaurar essa atmosfera de mistério e tensão.

2) A série tem uma fluidez de gênero e flerta com diferentes formas narrativas (thriller, terror, suspense, ação, drama…) que se complementam entre si e dão o toque de ineditismo do projeto. Essa verve experimental faz com o que o processo de criação seja diferente, e a aceitação do público ocorra de uma forma mais imediata e segmentada?

Sim, a série flerta com gêneros não muito explorados ainda aqui no Brasil… continua a leitura



Deixe uma resposta