Crítica Festa da Salsicha: uma reflexão muito profunda da mentalidade e da cultura atual | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica Festa da Salsicha: uma reflexão muito profunda da mentalidade e da cultura atual

Festa da Salsicha

Festa da Salsicha

Texto: “Dirigido por Conrad Vernon e Greg Tiernan. Roteiro de Kyle Hunter, Ariel Shaffir, Seth Rogen, Evan Goldberg, e Jonah Hill. Elenco com: Seth Rogen, Kristen Wiig, Jonah Hill, Bill Hader, Michael Cera, James Franco, Danny McBride, Craig Robinson, Paul Rudd, Nick Kroll, David Krumholtz, Edward Norton e Salma Hayek

Por Gabriella Tomasi

Quando o filme dá início, observamos um supermercado de uma cidade. Animados com mais um dia, todos os alimentos do lugar começam um musical: cantando e dançando a um ritmo alegre. Lá, somos introduzidos a vários tipos de produtos humanizados e todos estereotipados: as bebidas gostam de festar; a sessão alemã é nazista; a sessão chinesa; os produtos mexicanos têm o sotaque espanhol; um pão sírio é um árabe marcado pela frieza, um chiclete mascado converte-se em Stephen Hawking, além de frutas, verduras, bebidas e enlatados. Esperançosos, eles anseiam o dia de sair ao encontro do lugar divido, quando escolhidos pelos humanos.

Contudo, tudo muda quando um produto devolvido alerta-os da morte que os espera. Não acreditando nesta versão relatada, a qual é completamente contrária à fé de todos os alimentos, ele passa a ser rotulado como louco.

Assim, a história é conduzida a tal ponto que a trama principal se desdobra em três e todas têm o desfecho no mesmo momento: Frank, uma salsicha, sensibilizado com seu colega, busca explicações racionais do mito religioso criado; um produto de higiene feminino fica obcecado por uma vingança incessante… continua a leitura



Deixe uma resposta