menu
Elle Kennedy: entrevista exclusiva com a escritora canadense! | Cabine Cultural
Entrevistas Literatura Notícias

Elle Kennedy: entrevista exclusiva com a escritora canadense!

A autora, a canadense Elle Kennedy.

A autora, a canadense Elle Kennedy.

“A autora, que cresceu nos subúrbios de Toronto – Canadá, e estudou inglês na York University, se consolidou como uma das principais referências do gênero new adult”

Por Pedro Del Mar

Elle Kennedy. Você já ouviu falar neste nome? Se você é uma amante da literatura adulta, então provavelmente sim. Kennedy é autora da série “Off-Campus”, traduzida no Brasil como “Amores Improváveis”, que conta, até o momento, com quatro livros: O Acordo, O Erro, The Score e The Goal, os dois últimos ainda sem tradução para o português.

A série, sucesso de público e crítica nos EUA e Canadá, fez com que Kennedy entrasse para as seletas e concorridas listas de best-sellers do The New York Times e The Wall Street Journal, dois dos maiores jornais do mundo.

No Brasil, os dois primeiros livros da série foram publicados pela Editora Paralela, um dos selos da Companhia das Letras.

Por falar nisso, nós lemos “O Erro” e fizemos nossa avaliação sobre a obra! 

A autora, que cresceu nos subúrbios de Toronto – Canadá, e estudou inglês na York University, se consolidou como uma das principais referências do gênero “new adult”, estilo literário que adentra no universo da vida adulta, explorando especialmente o sexo e os relacionamentos amorosos.

Cabine Cultural entrou em contato com a autora e conseguimos uma entrevista exclusiva, a primeira da autora para a imprensa brasileira, onde ela fala sobre a carreira, suas obras e projetos futuros. Confira:

– Cabine Cultural: Fale um pouco sobre sua carreira, como começou e porque ser escritora.

– Elle Kennedy: Escrever é algo que eu queria fazer desde que me lembro. Minha mãe sempre dizia às pessoas que eu comecei a contar histórias verbalmente quando eu tinha 4 anos, e quando eu fiquei um pouco mais velha, comecei a escrevê-las. Posteriormente eu comecei a escrever romances completos e submetê-los aos editores. Bom, e aqui estou agora.

– CC:  Por que a escolha do estilo “new adult”?

– EK: New Adult é um gênero que sempre gostei. Apesar disso, Eu comecei publicando romances contemporâneos e suspenses românticos, só depois eu decidi rever meu amor pelo new adult e comecei a escrever “O Acordo”, que eu não tinha a intenção de publicar e depois acabei mudando de ideia.

– CC:  Como você criou a série “Amores Improváveis”?

– EK: “O Acordo” é um livro que eu decidi escrever em meu tempo livre, revisitando um gênero que eu escrevi quando eu era mais nova. Sendo canadense, hóquei é uma espécie de forma de vida aqui, por isso, fazia sentido começar com um esporte universitário que eu estava familiarizada. Depois de compartilhar o livro com um casal de amigos (que insistiu em publicá-lo), “O Acordo” decolou e a série tornou-se o que é hoje.

– CC: Você conhece alguma coisa da cultura (literatura, música, cinema, esportes) brasileira? Se sim, o quê / quem?

– EK: Eu sei que o futebol (o que chamamos de soccer) é muito grande no Brasil, e que meus fãs brasileiros são simplesmente incríveis. Mas fora isso, não conheço muito. Desculpe!

– CC: Algum projeto em andamento que você possa nos dizer?

– EK: Eu tendo a manter meus projetos futuros em segredo, o que permite me concentrar mais na escrita, em vez de colocar questões sobre o porquê de certos personagens, ou por que não outra coisa. Eu realmente não tenho muito que posso compartilhar no momento além de que eu estou trabalhando atualmente em um spin-off para a série Off-Campus, e que eu tenho um par de livros a ser lançados no próximo ano sob o nome provisório Erin Watt ( Que eu co-escrevo com Jen Frederick), incluindo When it’s Real (um romance de uma estrela pop adulto jovem), e um livro para Easton da nossa série Royals.

– CC: Os seus livros foram bem sucedidos no Brasil, alguma mensagem para os leitores brasileiros?

– EK: Muito obrigado! Se não fosse pelos meus fãs, meus livros não seriam publicados no Brasil, e isso significa muito! Eu adoro receber no meu correio as mensagens de fãs, e eu aprecio muito o apoio que vocês me dão. #BestFansEVER!

Pedro Pedro Del MarDel Mar, baiano, 25 anos, repórter e colunista. Um curioso nato que procura enxergar o mundo sem as velhas e arranhadas lentes do estabilshment. Acredita que para todo padrão comportamental há interessantes exceções que podem render boas histórias.

Deixe uma resposta