menu
Final X Factor Brasil: comercialmente o grupo Ravena é a grande aposta para vencer a temporada | Cabine Cultural
Notícias Televisão

Final X Factor Brasil: comercialmente o grupo Ravena é a grande aposta para vencer a temporada

Ravena

Ravena

Meninas criadas durante o processo de audições de programa são talentosas e bonitas, só precisam de ajustes para decolar no mercado pop brasileiro

Nesta quarta-feira, dia 23 de novembro, a Band exibe o último episódio da primeira temporada do reality musical X Factor Brasil, da franquia de sucesso no mundo inteiro, mas que somente agora chegou ao país. Foram meses de preparação, audições, e fases, até chegarmos a derradeira final do programa, com três artistas (dois solos e um grupo) que representam bem a ideia do X Factor Brasil.

Jenni, cantora talentosa, indie e bem autoral; Cristopher, cantor já experiente, com um poder vocal acima da média; e Ravena, grupo formado na competição com meninas bem talentosas, jovens e que ainda precisam de tempo para se conhecerem melhor. Se formos pensarmos no quesito voz, Cristopher larga na frente; se formos pensar na ideia de originalidade, Jenni cai como uma luva para ser a vencedora. Mas se pensarmos do ponto de vista comercial, ai temos o grupo Ravena como a grande vencedora desta temporada.

As meninas representam a tendência da música pop atual, unindo referências diversas, como Beyoncé, Rihanna, Fifth Harmony, Anitta e outras. São jovens, bonitas, descoladas e o grupo, por ter sido criado na competição, já nasce com a atmosfera de reality show, com o público vivenciando junto com elas todos os passos.

E foram vários, alguns tortuosos, outros bem agradáveis. Algumas apresentação foram bem mediana, e era notório que faltava algo para elas serem chamadas de grupo. Entretanto, elas também mostraram força em algumas apresentações, e a última, quando cantaram Fifth Harmony, deram pela primeira vez, uma amostra grátis do que pode ser este grupo no futuro: poderoso, divertido, e sobretudo, famoso.

Se o grupo Ravena vencer o X Factor Brasil não será de forma alguma uma injustiça gigante. Principalmente se pensarmos no potencial que elas possuem daqui para frente. Claro que tanto Jenni, quanto Cristopher, possuem, neste exato instante, muito mais recursos técnicos, e já estão prontos para amanhã mesmo sair em turnê pelo país. A Ravena não, ao menos ainda.

Resta saber agora se o público irá votar para as meninas vencerem.

Enquanto isso, fiquem com as suas apresentações no programa



Deixe uma resposta