Crítica: Megapix exibe nesta sexta o tenso 13º Distrito, um dos últimos filmes de Paul Walker
Cinema Notícias Televisão

Crítica: Megapix exibe nesta sexta o tenso 13º Distrito, um dos últimos filmes de Paul Walker

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

13º Distrito

13º Distrito

Filme é uma das grandes estreias da semana do canal fechado; exibição acontece às 22h30 no Megapix

Nesta sexta-feira, dia 9 de dezembro, o canal Megapix traz muita ação com o apocalíptico 13º Distrito (2014). A produção é uma refilmagem do francês Banlieue 13, e traz o saudoso Paul Walker em um dos últimos papeis de sua carreira.

A história é ambientada em Brick Mansions, território de Detroit com altos índices de violência e sem a assistência governamental. Com isso, traficantes como Tremaine Alexander (RZA) são os donos do local e mesmo que sejam combatidos por Lino (David Belle), um especialista em le parkour que tenta acabar com as drogas do local, nada consegue destruí-los.

Mas é quando Lino se junta com Damien Collier (Paul Walker), um detetive que recebe como missão entrar em Brick Mansions para resgatar uma bomba que pode matar milhões, que as coisas podem mudar. Lino deseja retornar ao local para resgatar Lola (Catalina Denis), sua namorada, que foi raptada pelos capangas de Tremaine, já Collier quer acabar com o tráfico. Esta união fornece ao filme a dose certa de ação e aventura, transformando-o numa ótima opção para os amantes do gênero.

Crítica
O primeiro destaque de 13º Distrito aparece logo na sequência inicial, quando Lino foge pela primeira vez da gangue de Tremaine, utilizando-se do que melhor sabe fazer: o parkour. Chama bastante atenção o quão eletrizante a cena ficou por conta desta peculiaridade. Este esporte, que consiste em se movimentar usando o que a cidade oferece: muros, paredes, escadas… é fascinante do ponto de vista plástico. E Lino (David Belle) acaba sendo o elemento que une a história passada em Detroit com a história original do filme. Somente aquela sequência que apresenta uma parte da história já vale o ingresso para a sessão. Crítica completa


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta