Crítica O Chamado 3: bom, ruim, péssimo ou horroroso? | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica O Chamado 3: bom, ruim, péssimo ou horroroso?

O Chamado 3

O Chamado 3

Dirigido por F. Javier Gutiérrez. Roteirizado por David Loucka, Jacob Aaron Estes, Akiva Goldsman. Elenco: Matilda Lutz, Alex Roe, Johnny Galecki, Vincent D’Onofrio

O Chamado, originalmente, vem de uma adaptação do filme de suspense japonês Ringu, de 1998, e em 2002 contou com sua primeira versão hollywoodiana estrelando Naomi Watts como Rachel em seu elenco principal. Já em 2005, a continuação da história de sua heroína que tenta combater o ente sobrenatural chamado Samara, junto com seu filho Aidan, retorna às telas do cinema. Agora, nós temos novamente uma sequencia mais do que aguardada pelo publico em cartaz: O Chamado 3.

Feira de Adoção Cães e Gatos

Uma das grandes conquistas pelo diretor Gore Verbinski na sua versão de 2002 é o que o longa se concentrava no suspense, um mistério a ser resolvido e, dessa forma, utilizou sempre a atmosfera, a paleta de cores frias, o medo do que é sugerido e, inclusive, elasteceu cenas recriadas de seu original para prolongar a ansiedade no espectador. Em menor grau, tais técnicas prosseguiram com a versão subseqüente (em 2005), mas muito mais do que desvendar um mistério, Rachel (Naomi Watts) tentava contornar o mal perpetrado por Samara, e em ambas as versões, nós descobrimos cada vez mais sua história de vida.

Aprenderam tudo isso? Ok. Agora esqueçam tudo o que eu falei e assistam a O Chamado 3… continua a leitura

UCI OrientCinemas

Deixe uma resposta