O que achamos das estreias de Powerless e Legion?
Notícias Séries

Séries: o que achamos das estreias de Powerless e Legion?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Powerless

Powerless

“O quê falar de Legion? Ainda estou feliz com o primeiro episódio. Como a Netflix não estreou suas séries ainda, Legion até agora, é a melhor do ano”

Tá, não vou ser tão má com Powerless. Ok, deixa vir o segundo episódio. Só que o primeiro não me deixou uma grande impressão. E olha que tinha tudo para ser bacana, já que estamos falando de uma série que fala sobre humanos normais, tentando ajudar um mundo completamente ajustado a ver super-heróis para lá e para cá. O objetivo é fazer as pessoas entenderem que os seres humanos normalíssimos não precisam de superpoderes para viverem em um mundo meio complicado pela existência de tantos vilões.

Nada na minha cabeça ultrapassa o sarcasmo e a linguagem engraçada de Deadpool. Não dá para comparar filme com série, claro, mas que me vem à cabeça vem. O que a Marvel fez bem, a DC deu um chute meio na trave por enquanto. Vanessa Hudgens pode ser uma luz no meio da estrada. Começou bem no seu personagem, mas ela precisa de reforço. Alan Tudyk me irrita DEMAIS e está muito escalafobético como o primo burro de Bruce Wayne, que será o eixo do que poderá sair de engraçado dele. Já Danny Pudi, é uma promessa que pode fazer uma dobradinha bacana com Hudgens. Bem apoplético dentro do mundo “designer” dele, me pareceu que pode ser um ponto positivo para essa série não tão bacana da DC. Com 13 episódios previstos, a série não chega a ser divertida. E tinha tudo pra isso!! Afinal, a DC… continua a leitura


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta