Crítica: MasterChef Brasil começa nesta terça na Band | Cabine Cultural
Notícias Televisão

Crítica: MasterChef Brasil começa nesta terça na Band

MasterChef Brasil 2017

MasterChef Brasil 2017

Nesta edição, embates diretos entre candidatos definem vaga na cozinha; Ana Paula Padrão, Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin

Nesta terça, dia 7 de março, às 22h30, a Band dá o pontapé inicial para mais uma temporada de sua principal atração, após o futebol, que ainda resiste por causa da Liga dos Campeões. O MasterChef Brasil, que já produziu temporadas de amadores, de profissionais e infantil, retorna para provar que ainda é um programa em ascensão e minimamente relevante aos olhos de seu espectador.

Para isso, poucas mudanças devem acontecer, afinal de contas em time que está ganhando não se mexe. E ao menos a versão amadora é um sucesso estonteante nas redes sociais e na audiência também.

Os quatro principais personagens do programa, Ana Paula Padrão e os chefs Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella voltam para quarta temporada do talent show de maior repercussão nas redes sociais no mundo, que também será exibido no Discovery Home & Health a partir de sexta, 10 de março, às 19h20.

Eles terão a missão de não fazer a atração saturar. Jacquin e Fogaça correm mais riscos de ficarem repetitivos, afinal de contas, eles também têm os seus próprios programas, e o de Jacquin inclusive não somente é na Band como ainda está no ar. Por isso, o trabalho de edição será ainda mais importante nesta temporada.

Mais de 27.500 pessoas se inscreveram para realizar o sonho de se tornar o próximo MasterChef do Brasil. Do total de inscritos, 640 participaram de testes presenciais e apenas 75 deles foram convocados para a primeira audição com os jurados. “Os candidatos estão muito motivados para cozinhar, não só para competir”, conta o chef Erick Jacquin.

Candidatos
O perfil dos candidatos é bem diverso. São brasileiros e estrangeiros (italiano, tailandês, paraguaio, colombiano e venezuelano) de 22 a 61 anos das mais diferentes profissões: físico, bombeiro, geógrafo, caricaturista, dentista, professor de jiu-jitsu, entre muitas outras. “Com o sucesso do programa, as pessoas veem no MasterChef uma oportunidade para buscar uma nova alternativa de vida. Elas querem empreender e desenvolver outra habilidade além daquela que eles já exercem na vida profissional. Quem fica entre os melhores tem muito espaço depois no mercado de trabalho”, analisa a apresentadora Ana Paula Padrão.

Outro grande desafio desta temporada será produzir provas diferentes de todas as criadas nestes últimos anos. De fato, será um desafio, pois chega um momento em que parece que todos os pratos já foram feitos, e talvez este momento já tenha chegado para o MasterChef Brasil. Mas nesse caso só saberemos a partir desta terça.

Premiação

Os 21 cozinheiros que entrarão na cozinha mais famosa do Brasil – que ganhou um novo visual nesta temporada – serão conhecidos no terceiro programa da temporada, que terá 25 episódios. “Só vão entrar na competição os cozinheiros que nos surpreenderem com pratos bem apresentados e saborosos”, diz o chef Henrique Fogaça.

O grande vencedor vai ganhar R$ 200 mile o troféu de MasterChef. Os dois finalistas serão premiados com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para compras com o cartão Carrefour.

O MasterChef Brasil

O programa é uma co-produção da Band com o Discovery Home & Health. O programa vai ao ar todas as terças-feiras, às 22h30, na tela da Band (com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para smartphones). A atração também é exibida às sextas-feiras, às 19h20, no Discovery Home & Health, com reapresentação aos domingos às 21h45. Saiba mais sobre o programa em www.band.com.br/MasterChef




Deixe uma resposta