Paula Lima lança música sobre empoderamento femino e assédio | Cabine Cultural
Cultura pop e ETC Música Notícias

Paula Lima lança música sobre empoderamento femino e assédio

Coluna da jornalista Úrsula Neves sobre tudo que acontece no universo da cultura pop

Paula Lima lança música sobre empoderamento femino e assédio

Diversas campanhas e eventos sobre o empoderamento feminino e assédio sexual como “Mexeu com uma, mexeu com todas #Chegadeassédio”, “Chega de Fiu Fiu” e “Elas por Elas” estão rolando em todos os veículos de comunicação. Líderes femininas, editoras de revistas e celebridades brasileiras estão se reunindo para combater o abuso contra a mulher e, entre elas, temos a cantora Paula Lima, embaixadora da campanha “Rompa o Silêncio, você não está sozinha” em São Paulo.

Utilizando a música como artifício para conscientizar o público, Paula Lima lançou recentemente a música Fiu Fiu. Assinada e produzida por Pretinho da Serrinha, a canção aborda de uma forma descontraída e envolvente a maneira com que o homem tenta conquistar as mulheres. O novo hit fala sobre o empoderamento feminino e também que independente do batom, da roupa e do corpo, os homens devem ter o devido respeito por todas.

Leia também:  Confira o trailer de Um Limite Entre Nós, com Viola Davis e Denzel Washington, que estreia em março nos cinemas

“Existe ainda muita coisa para ser feita e vou continuar falando. Acredito que vou embora desse mundo e as coisas irão continuar bem ruins, mas elas estão se transformando e melhorando gradativamente. Mulheres, não tenham medo, tem muita coisa para dar a retaguarda como a Lei. Não se sinta dependente de nada nem de ninguém.”, comenta Paula Lima.

Vale lembrar que a canção Fiu Fiu está na trilha sonora de Malhação, embalando a vida da personagem interpretada pela atriz Deborah Secco.

Confira a letra abaixo e o clipe no canal oficial da artista:

FIU FIU

Compositores: Pretiho da Serrinha, Gabriel Moura e Leandro Fab

 Tá agindo errado, man
Fica vacilando a tôa
Se chegar mandando bem
A gente fica numa boa

Leia também:  Festival de arte visual urbana ocupa as ruas do Rio de Janeiro em abril

Se o baton é forte
Se eu tenho porte
Se eu tenho dote
Se eu uso short

Se comporte, isso não é com você

Mas se chegar com jeito
Falando direito
Mantendo respeito
Sobe no conceito

Tá perfeito, a gente pode se entender

Fiu fiu isso não vai me ganhar
Sorriu pode até me conquistar
Fiu fiu isso não vai me ganhar
Sorriu pode até me conquistar

Tá agindo errado, mam
Fica vacilando a tôa
Se chegar mandando bem
A gente fica numa boa

Se o baton é forte
Se eu tenho porte
Se eu tenho dote
Se eu uso shorte

Se comporte isso não é com você

Leia também:  Rio de Janeiro vai ganhar sua primeira sala de cinema 4DX com efeitos especiais

Mas se chegar com jeito
Falando direito
Mantendo respeito
Sobe no conceito

Tá perfeito, a gente pode se entender

Fiu fiu isso não vai me ganhar
Sorriu pode até me conquistar
Fiu fiu isso não vai me ganhar
Sorriu pode até me conquistar

Jornalista carioca, 39 anos, mãe do Heitor de 3 anos. Gerente de Conteúdo do Digitais do Marketing. Coordenadora de Projetos de Conteúdo da Web-Estratégica. Responsável pela Coluna Mãe 2.0 Beta do site Feminino e Além. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo. No Cabine Cultural possui a coluna Cultura Pop e ETC… sobre tudo que acontece no universo da cultura pop.

Deixe uma resposta