Norman: Confie em Mim entra em cartaz nos cinemas | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Aguardada estreia, “Norman: Confie em Mim” entra em cartaz nos cinemas

Norman

Norman

Filme traz como protagonista uma das maiores estrelas do cinema americano, Richard Gere; estreou em algumas cidades do país

Uma das estreias mais interessantes deste mês de maio, e a estreia mais bacana desta semana, Norman: Confie em Mim (veja programação dos cinemas que estão exibindo) é o novo filme do diretor indicado ao Oscar Joseph Cedar. O filme, estrelado por Richard Gere, é uma comédia dramática sobre um homem (Norman), um humilde negociante de Nova Iorque, que se vê envolvido em uma situação anormal. É uma releitura do conto que ocorreu inúmeras vezes na história e na literatura – o Chantagista Judeu. O filme é distribuído no Brasil pela California Filmes.

A Trama
Norman Oppenheimer (Richard Gere) vive uma solitária vida às margens do poder e do dinheiro de Nova Iorque, um improvável operador sonhando sobre esquemas financeiros que nunca se tornam realidade. Como não tem nada real para oferecer, Norman luta para ser amigo de todos, mas seu intenso networking não o leva a lugar algum.

Sempre na busca de alguém disposto a prestar atenção nele, Norman encontra Micha Eshel (Lior Ashkenazi), um carismático político israelense sozinho em Nova Iorque em uma má fase de sua carreira. Sentindo a vulnerabilidade de Eshel, Norman o aborda presenteando com um par de sapatos caros, um gesto que toca Eshel. Quando Eshel se torna Primeiro Ministro três anos mais tarde, ele se lembra desse gesto.

Norman

Norman

Com sua relação próxima de um líder de uma grande nação, Norman está embriagado com o respeito que ele sempre desejou. Mergulhado em sua recém encontrada sensação de sucesso, Norman tenta usar o nome de Eshel para conseguir o seu maior negócio até então: Uma transação “toma lá dá cá” ligando o Primeiro Ministro ao sobrinho de Norman (Michael Sheen), um Rabino (Steve Buscemi), um Magnata (Harris Yulin), seu assistente (Dan Stevens) e um oficial do tesouro da Costa do Marfim.  Os planos caleidoscópicos de Norman rapidamente dão errado, com um imenso potencial de uma catástrofe internacional que ele deve lutar para evitar.

Tempos bíblicos
Essa história remonta aos tempos bíblicos, com a história de José e o Faraó. Outros personagens, como o Shylock, do Mercador de Veneza de Shakespeare, Fagin, personagem do livro Oliver Twist de Charles Dickens e Leopold Bloom, personagem de Ulysses, de James Joyce não seguem exatamente essa história, mas mantem seus traços. “Cada um desses é uma tentativa de entender quem é esse personagem judeu” diz Cedar. “Por que ele é odiado? Porque esse personagem fascina tanto o mundo? ”

Norman

Norman

Richard Gere
Norman Oppenheimer é bem distante do tipo de papel que Richard Gere geralmente interpreta. Gere e Cedar começaram a trabalhar juntos quase um ano antes das filmagens começarem, discutindo a versão de Gere de como Norman deveria ser. “Transformar Richard em Norman foi muito delicado”, diz Cedar. “Não queríamos que ele interpretasse só com sua aparência, mas queríamos dar algo que mudasse sua linguagem corporal, que mudasse sua auto percepção. ” Gere diz: “ Tem toda uma parte física de Norman – Ele não é o ‘Macho Alpha’, não é um mulherengo, é um cara resolvido. Tem sempre algo em volta dele, seu casaco, chapéu, protetor de ouvidos e pasta, e seu casaco e chapéu estão sempre justos. Fiz algo com minhas orelhas que elas saiam bem mais para fora do protetor do que o normal, só para deixar ele um pouco mais desarrumado de uma maneira divertida”.

Norman é o primeiro filme em inglês de Cedar.

Deixe uma resposta