Crítica Punhos de Sangue: a grande estreia da semana nos cinemas | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica Punhos de Sangue: a grande estreia da semana nos cinemas

Punhos de Sangue

Punhos de Sangue

Dirigido por Philippe Falardeau. Roteirizado por Jeff Feuerzeig, Jerry Stahl. Elenco: Liev Schreiber, Elisabeth Moss, Ron Perlman, Naomi Watts, Jim Gaffigan

Por Gabriella Tomasi

“Você me conhece, mas você não sabe que você me conhece”.

Feira de Adoção Cães e Gatos

Uma das frases ditadas por Chuck Wepner, neste longa, conhecido nos Estados Unidos como “The Bayonne Bleeder” ou em tradução literal, o sangrento de Bayonne, sua cidade natal, foi um boxeador bastante famoso que como seu apelido já indica, era bastante referenciado desta forma pelo fato de sangrar muito com os golpes que recebia durante os embates no ringue. O profissional ficou famoso e alcançou até status de celebridade quando enfrentou Muhammad Ali na categoria de pesos pesados. O que seria uma oportunidade de alavancar sua carreira ainda mais se derrotasse seu oponente, mas caiu por terra ao ser nocauteado no 15º round. Porém, por ter agüentado por tanto tempo os ferimentos e cada soco no rosto é que ele se tornou uma espécie de herói para a pequena cidade a ponto de inclusive inspirar Sylvester Stallone e basear sua história na criação de seu roteiro do clássico Rocky – Um Lutador (1976).

Por esse motivo é que Chuck (Schreiber), em narração em off, afirma que já o conhecemos sem saber. Mas muito menos intencionado em retratar o lendário “Rocky”, conhecemos, ao invés disso, o lado mais biográfico de “Chuck”, como o próprio título em seu original indica.O design de produção foi completamente eficiente em recriar a época setentista de maneira crível. Desde os figurinos, maquiagem e cabelo com os penteados e roupas que marcaram a referida década até a composição dos cenários, como o ringue da luta contra Ali (Hall)… Continua a leitura


UCI OrientCinemas

Deixe uma resposta