Crítica: vale a pena assistir “A Múmia”, com Tom Cruise? | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica: vale a pena assistir “A Múmia”, com Tom Cruise?

A Múmia

A Múmia

A história se passa na Mesopotâmia, séculos atrás, onde Ahmanet (Sofia Boutella) tem seus planos interrompidos justamente quando está prestes a invocar Set, o deus da morte, de forma que juntos possam governar o mundo

Por NoSet

Reboots. Ah, o que seria de Hollywood sem eles, né? Não é de impressionar que, com o passar dos anos, inúmeras obras têm ganhado novas versões, cujo hype pode estar tanto nas alturas quanto lá em baixo. Contudo, independente do marketing, é baseado nisto que ‘A Múmia’ se enquadra na segunda opção. O longa, dirigido por Alex Kurtzman e estrelado por Tom Cruise, acaba de estrear nos cinemas de todo o Brasil e já levanta a seguinte dúvida: será que de fato compensa encará-lo como um reboot ou não? Continue comigo e venha descobrir!

Leia também:  Crítica Kong: A Ilha da Caveira - Entretenimento refinado

A história se passa na Mesopotâmia, séculos atrás, onde Ahmanet (Sofia Boutella) tem seus planos interrompidos justamente quando está prestes a invocar Set, o deus da morte, de forma que juntos possam governar o mundo.  Mumificada, ela é aprisionada dentro de uma tumba. Nos dias atuais, o local é descoberto acidentalmente por Nick Morton (Tom Cruise) e Chris Vail (Jake Johnson), saqueadores de artefatos antigos que estavam na região em busca de raridades. Ao lado da pesquisadora Jenny Halsey (Annabelle Wallis), eles investigam a tumba recém-descoberta e, por acidente, despertam Ahmanet. Ela logo elege Nick como seu escolhido e, a partir de então, busca a adaga de Set para que possa invocá-lo no corpo do saqueador.

Leia também:  Crítica: vale a pena assistir T2 Trainspotting, grande estreia da semana?

Com divulgação relativamente alta, o longa me surpreendeu, e não é só porque sou fã da clássica franquia dos anos 2000 – cuja mesma declinou no terceiro…Continua a leitura




Deixe uma resposta