Crítica: Cine Espetacular desta terça exibe o divertido Carrossel - o Filme
Notícias Televisão

Crítica: Cine Espetacular desta terça exibe o divertido Carrossel – o Filme

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Carrossel

Larissa Manoela e elenco no primeiro filme

Filme estrelado por Larissa Manoela foi uma das maiores bilheterias do cinema nacional na época e arrebatou milhões de fãs

Nesta terça o SBT e o seu Cine Espetacular exibe um dos seus recordistas de audiências nestes últimos anos: o divertido Carrossel – o Filme.

O filme, estrelado por Larissa Manoela, tem um elenco bem talentoso, e por isso caiu nas graças da criançada, e de seus pais, tios e avós.

Começa às 23h15 e é uma ótima opção para esta terça.

O filme – A turminha da escola Mundial: Maria Joaquina, Davi, Valéria e seus amigos viajam para o acampamento Panapaná, acompanhados da diretora Olívia, Graça e Jurandir. Lá eles se divertem muito… Mas a chegada de Gonzalez e Gonzalito, decididos comprar o terreno para instalar uma fábrica, colocará toda garotada envolvida num plano para deter a malvada dupla.

Crítica
Falando dos personagens, dos nossos famosos personagens, os melhores, tanto da novela, quanto do filme, são, sem ordem: Maria Joaquina, Cirilo, Valéria, Davi e a Diretora da Escola. Claro que, mesmo tendo ai neste grupo alguns atores bem talentosos, e com muito futuro pela frente, é inegável que a versão mexicana é infinitamente mais poderosa. Nem precisa entrar no mérito de ser ou não melhor, a questão é que o original é (compreensivelmente) muito mais marcante. Mesmo Maísa Silva, que é de um carisma só, não chega perto do que um dia a Valéria foi.

A Maria Joaquina de Larissa Manoela é outra que, mesmo extremamente talentosa e carismática, não consegue ter aquela mesma força da menina loirinha mexicana.

Sendo assim, não precisamos ficar comparando as duas versões, pois podemos ver o remake brasileiro da novela, e o seu filme, mais como homenagens ao original. Assim fica mais fácil se entregar e se divertir com a história (se você for um adulto, claro).

Paulo Miklos
O engraçado é que do maior clichê do filme surgiu a melhor atuação. Paulo Miklos como o vilão Gonzalez está impagável. Miklos, que é uma das grandes revelações do cinema nacional (vide suas atuações brilhantes em O Invasor e É Proibido Fumar) parece se divertir como ninguém na história; e o seu trabalho soa tão natural, mesmo sendo, paradoxalmente, o mais caricatural.

Carrossel, o filme chega aos cinemas com uma continuação já garantida. Merecido.

A história, simples, faz a criançada se divertir, por se verem em muitas das situações que a trama cria (romances, brigas, amizades…) e faz os mais grandinhos se lembrarem de uma época bem gostosa, quando ainda eram crianças e a única preocupação que possuíam era escolher o lanche certo para servir de acompanhamento pro que realmente importava, que era ver mais um capítulo da novela Carrossel.

 


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta