Crítica: “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas” é bom, ruim ou maravilhoso?
Cinema Críticas Notícias

Crítica: “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas” é bom, ruim ou maravilhoso?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas

Dirigido e roteirizado por Luc Besson. Baseado em “Valerian e Laureline” por Pierre Christin. Elenco: Dane DeHaan, Cara Delevingne, Clive Owen, Rihanna, Ethan Hawke, Herbie Hancock, Kris Wu, Rutger Hauer

Por Gabriella Tomasi

Baseado na adaptação da série de desenhos em quadrinhos “Valerian e Laureline” pelo escritor francês Pierre Christin, conta-se a história do Major Valerian (DeHaan) e a Sargento Laureline (Delevingne), que são ambos agentes federais que trabalham para o governo, e são encarregados de manter a ordem e paz dos territórios sob a jurisdição humana. Estamos aqui em um momento da história, na qual as missões espaciais se expandiram cada vez mais até alcançarem novas populações e planetas alienígenas, permitindo, por conseguinte a cohabitação entre humanos e outras espécies diferentes. Certo dia, o Ministro da Defesa informa sua equipe a presença de uma força que a ameaça a existência de Alpha – o ecossistema considerado “a cidade dos mil planetas”, e, sua missão, é protegê-lo.

Antes de iniciar minha crítica, devo confessar que não conheço as histórias dos quadrinhos que inspiraram a adaptação deste longa. Porém, antes que isso seja um problema para alguns, esclareço de antemão que o objetivo não é comparar a obra cinematográfica com o material original. Como sabemos, um filme deve se sustentar por si só e como tal deve ser analisado, afinal, cinema nunca é feito para um determinado público em específico, ainda que beba da fonte de outras artes, como a literatura, teatro, e, sim, quadrinhos…Continua a leitura


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

2 Comments

  • Valerian and the City of a Thousand Planets é um espetáculo visual cheio de ótimas ideias conceituais. Já em termos de roteiro, elenco e fluxo narrativo, o filme é desastroso. Na escala de 0 até 10.0 a nota é 5.0 pois tem boas sequências de ação e um ritmo interessante, mas é recheado de defeitos que não fazem jus a influência colossal de seu material de origem.

  • Não posso dizer que este filme foi perfeito, mas atingiu um ponto muito específico para mim que poucos filmes conseguiram até hoje. Valerian e a Cidade dos Mil Planetas é divertido. Entre isso, Guardians of the Galaxy Vol. 2 e Star Wars The Last Jedi irão fechar o ano com ótimas histórias ambientadas no espaço exterior.

Deixe uma resposta