Crítica: vingança e ação, Tela Quente desta segunda exibe “Eu Sou a Fúria”
Notícias Televisão

Crítica: vingança e ação, Tela Quente desta segunda exibe “Eu Sou a Fúria”

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Eu sou a Furia

Eu sou a Furia

Filme tem elenco formado por: Rebecca De Mornay, Asante Jones, Christopher Meloni, Amanda Schull, Patrick St Esprit, John Travolta

A sessão Tela Quente desta segunda, dia 21 de agosto, será recheada de ação, tensão e muita vingança. O filme escolhido, “Eu Sou a Fúria”, entrega o que ele propõe: muita ação, brigas, tiroteios e principalmente, vingança. É sobre isso que o filme fala, sobre como alguém que vê a sua esposa (pode ser filha, irmão, etc.) sendo assassinada e a polícia não faz nada para prender os assassinos.

Nisso o filme até lembra a nossa realidade, onde milhares de assassinatos ficam sem soluções. Em “Eu Sou a Fúria” John Travolta acaba fazendo justiça com as próprias mãos, e o público que assistir certamente irá gostar.

A trama
Stanley (John Travolta) perdeu sua esposa em um assassinato. Contrariado com a imobilidade da justiça e das pessoas que abusam do poder, ele decide se tornar um justiceiro e perseguir um bando de policiais corruptos que falharam em capturar o assassino que matou sua esposa.

Se formos tentar analisar “Eu Sou a Fúria” veremos que se trata de um filme que reciclou ideias de vários outros filmes (Busca Implacável, Identidade Bourne…) e originou um novo, recheado de cenas batidas, tramas clichês e atuações genéricas.

Então isso quer dizer que o filme é ruim? Sim, o filme é ruim, ao menos tecnicamente. Mas a experiência pode ser agradável? Sim, pode ser bastante divertida a experiência que o filme proporciona. Um entretenimento que busca cumprir o seu papel, não há nada de mal nisso.

Nesta segunda, dia 21 de agosto, em Tela Quente, logo depois da novela Os Dias Eram Assim


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta