Crítica MasterChef: com final emocionante, mas nem tanto, Michele tem tudo para ser campeã | Cabine Cultural
Crítica televisão Notícias Televisão

Crítica MasterChef: com final emocionante, mas nem tanto, Michele tem tudo para ser campeã

MasterChef

MasterChef

 

Programa de duas horas mostrou as duas candidatas em seus melhores momentos na temporada: trabalhos autorais de ótima qualidade

A impressão que deu ao final das três partes da prova final do MasterChef era que o programa teve um final emocionante mas nem tanto. Claro que em um momento, especificamente quando Michele começou a chorar por conta de um erro que podia prejudicar toda a sua vida no programa, a emoção tomou conta.

Feira de Adoção Cães e Gatos

Porém, tivemos somente este momento de grande emoção. De resto a final teve bons momentos, sobretudo pela originalidade dos pratos apresentados, mas nada que nos desse aquela sensação de final, de grande emoção. O programa em que Vitor B teve que voltar após se cortar foi infinitamente mais emocionante.

Na final vimos duas candidatas prontas para o trabalho pós MasterChef, porém vimos uma que trouxe uma experiência mais autoral e ousada. Estamos falando de Michele, que recebeu a grande maioria da torcida do público, porém entre os outros participantes, só uma pequena parcela torcia para ela. Todos os outros eram de torcida da Deborah.

Ainda assim, com altos e baixos, e erros que quase acabam com os seus pratos, Michele mostrou que é de fato uma merecedora do MasterChef. Ela ganhou pontos na sua jornada, e soube crescer no momento certo. Uma jornada parecida com a de Leonardo, campeão da última edição.

Ela é uma verdadeira campeã. Cabe a nós saber se todo o seu trabalho durante a temporada foi suficiente para dar a vitória para a querida do público.

UCI OrientCinemas

Deixe uma resposta