Crítica: “Death Note” é bom, ótimo, ou um erro da Netflix?
Cinema Críticas Notícias

Crítica: “Death Note” é bom, ótimo, ou um erro da Netflix?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Death Note

Death Note

Dirigido por Adam Wingard. Roteirizado por Jeremy Slater, Charley Parlapanides, Vlas Parlapanides. Baseado em Death Note de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata. Elenco: Nat Wolff, Margaret Qualley, Keith Stanfield, Paul Nakauchi, Shea Whigham, Willem Dafoe

Por Gabriella Tomasi

Death Note é a mais nova produção totalmente original da Netflix, executada a partir da adaptação do mangá homônimo de autoria de Takeshi Obata e Tsugumi Ohba. A história gira em torno do adolescente Light Turner (Wolff), um estudante que certo dia se torna o escolhido para ter em sua posse o mágico caderno “Death Note”, no qual ele descobre que ao colocar nomes de pessoas nele, elas morrem da exata forma como é descrita. Acreditando, no entanto, que poderia ajudar a sociedade aniquilando bandidos da cidade de Seattle, ele atua de tal maneira ao lado de sua namorada Mia Sutton (Qualley). Porém, os atos “heróicos” do casal acabam gerando grande repercussão, inclusive, da polícia e do misterioso L (Stanfield), que agora está atrás do responsável pelas mortes.

Como é costume em outras produções da mesma plataforma, Netflix parece estar confortável na forma em que conduz seus filmes, nunca se atentando, contudo, com a qualidade ou sequer a responsabilidade do conteúdo deles. Death Note é daqueles longas que se insere na categoria de desastres tentativas que desperdiçam completamente o tempo de seu espectador, sendo inclusive incrivelmente perigoso pela forma como eventualmente poderá ser interpretado.

Contando com cem minutos representando uma perfeita lição de como não se fazer filmes do gênero de terror ou até mesmo de ação…Continua a leitura


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

1 comentário

  • Sem duvida é pessimo porque ja no começo do filme, quem o fez! Foi capaz de mudar todo a história do personagem principal transformando ele de um estudante japones exemplar, a um estudante americano revoltado que sofre bulling e não é popular.
    O pior é a forma com omesmo encontra o caderno e a reação escandalosa que ė enfatizada ! Gritinhos como se fosse uma menina ao ver o shinigami!
    Pior é o shinigami forçar ele ao usar o caderno sendo que no anime inteiro o shinigami recusa ajudar light o tempo todo, e isso que torna o desenho e sua historia interessante em boa parte!
    E outra que ator feio da desgrama, eu não sou nenhum brad pitt mais fico indignado porque light yagami é sim o personagem foda japones ou seja o bonitão e ai la vai o americano e me poe um carroça desse seja por padroes eticos da beleza de hoje ou seja o que for. Pior de novo , O fato dele ser forçado ao usar o caderno acaba com a versão do ser humano querer fazer justiça com as proprias mãos em seu pai indepedente da religião!
    Ou seja não tive coragem de assistir o resto do filme até a cabeça do valentão ser cortada, o que tambem acabou com o filme feito de um anime muito respeitado se não o mais! Vlw obrigado por fazer esse filme horrivel!

Deixe uma resposta