Crítica Grave: um dos melhores filmes do ano! | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica Grave: um dos melhores filmes do ano!

Grave

Grave

“Dirigido e roteirizado por Julia Ducournau. Elenco: Garance Marillier, Ella Rumpf, Rabah Nait Oufella,  Laurent Lucas, Joana Preiss, Bouli Lanners”

Por Gabriella Tomasi

Grave veio diretamente do Festival de Cannes em 2016 para as telas da televisão em 2017. Mais uma produção da Netflix, o longa dirigido e roteirizado por Julia Ducournau traz um tema bastante delicado e polêmico de ser tratado, ou seja, o canibalismo. Porém, além de demonstrar uma extrema sensibilidade e competência em contar essa história fascinante, também mostra como a plataforma mencionada é capaz sim de produzir verdadeiras jóias que, como Okja, compõem a lista de filmes inusitados e muito bem executados.

Feira de Adoção Cães e Gatos

A história gira em torno da jovem Justine (Marillier), uma vegetariana que vem de uma família já acostumada e criada em meio à essa preferência alimentar. Ao entrar para a faculdade de medicina veterinária na mesma em que seus pais freqüentaram e onde sua irmã mais velha também estuda, ela é obrigada a comer um pedaço de fígado de coelho cru mesmo contra sua vontade como parte de um tradicional e antigo trote de calouros. Contudo, após a brincadeira, a protagonista se vê completamente viciada em carne de qualquer tipo e sob qualquer forma, inclusive a humana, despertando, assim, um desejo incontrolável e insaciável por essa gastronomia particular.

Se em Santa Clarita Diet o canibalismo era retratado em seu formato cômico, mas ao mesmo tempo visceral, Grave… Continua a leitura

UCI OrientCinemas

Deixe uma resposta