'Bingo - O Rei das Manhãs' foi escolhido para representar o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar 2018
Cinema Críticas Notícias Oscar

‘Bingo – O Rei das Manhãs’ foi escolhido para representar o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar 2018

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Bingo

Bingo

“O filme é baseado em fatos reais, embora algumas cenas do roteiro tenham ganhado efeitos da sétima arte”

O filme ‘Bingo – O Rei das Manhãs’ foi indicado como representante brasileiro na disputa por um lugar entre os cinco concorrentes da categoria “Melhor Filme Estrangeiro” no Oscar 2018, o mais prestigiado prêmio do cinema mundial.

O anúncio foi divulgado no dia 15 de setembro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. ‘Bingo – O Rei das Manhãs’ concorreu com mais 22 filmes nacionais, um número bem maior do que os inscritos em 2016, que foram 16 longas. A comissão julgadora definiu o critério para a indicação como a busca por um trabalho que “expressasse o universo brasileiro, tivesse boa linguagem cinematográfica e que houvesse compreensão mundial”. “Foi dificil escolher, porque tinham obras muito relevantes, com qualidade, mas a gente teria de três a quatro filmes que poderiam representar o Brasil de forma muito importante”, comentou o cineasta Miguel Faria Junior.

O filme é baseado em fatos reais, embora algumas cenas do roteiro tenham ganhado efeitos da sétima arte. “A gente fundiu personagens, inverteu coisas, suprimiu o tempo, porque o filme pede isso”, declarou o diretor Daniel Rezende (“Tropa de Elite” e “Cidade de Deus”).

O drama traz Vladimir Brichta interpretando Augusto, personagem inspirado na vida de Arlindo Barreto, o ex-palhaço Bozo (que no filme terá o nome de Bingo), sucesso da TV nos anos 1980. Apesar da sua fama, Augusto nunca foi reconhecido longe dos holofotes, pois existia uma cláusula no programa que não permitia que ele tirasse sua fantasia e mostrasse sua verdadeira face. Tendo que se manter no anonimato, o artista frustrado se envolveu com drogas e chegou a usá-las nos bastidores do SBT, emissora onde o programa ia ao ar. O filme tem ainda no elenco Leandra Leal, Tainá Müller e Emanuelle Araújo.

O último filme latino a ganhar um Oscar foi o longa de grande sucesso da Argentina “O Segredo dos Seus Olhos” (Melhor Filme Estrangeiro 2010). Para relembrar, nesta última década, os filmes latino-americanos que ficaram entre os pré-finalistas concorrentes foram: ‘A Teta Assustada’ (2010), do Peru; ‘Biutiful’ (2011), do México; ‘No’ (2013), do Chile; o vencedor argentino ‘O Segredo dos Seus Olhos’, e outro argentino ‘Relatos Selvagens’ (2015). A última vez que o Brasil entrou para a lista foi em 2008 com o filme “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias”, de Cao Hamburger.

“Bingo: O Rei das Manhãs” também foi indicado para representar o Brasil pela vaga na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano na 32ª edição dos Premios Goya, principal evento do cinema espanhol. A Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha anunciará os vencedores em 3 de fevereiro de 2018. Bingo está em cartaz nos principais cinemas brasileiros, desde 24 de agosto de 2017.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta