Crítica: “Black Sabbath – The End of The End” e a banda que deu origem ao heavy metal

Black Sabbath
Black Sabbath

“O show em questão foi gravado em fevereiro desse ano, na cidade natal deles. Foi lá que, na segunda metade dos anos 1960, um garoto chamado John Michael, mas apelidado de Ozzy, afixou anúncios em bares demonstrando interesse em formar uma banda de focada em Rock e Blues”

Por João Paulo Barreto

The End of the End, mescla de documentário e registro fílmico da última apresentação ao vivo do Black Sabbath, a banda que deu origem ao heavy metal, inicia com imagens de uma siderúrgica em Birmingham, Inglaterra, cidade onde Ozzy Osbourne, Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward criaram o embrião do que seria o fenômeno base do hard rock.

O simbolismo destas imagens traz não somente uma rima visual para com o peso do som que o Black Sabbath popularizou durante décadas, mas, também, alude à carga emocional que o espectador e fã do bom Rock and Roll presenciará pelos próximos 120 minutos. Sim, neste aspecto, trata-se de um filme de peso. Mas não por pretender apelar para nostalgia ou lamentações em torno do término da banda. Nem por querer abordar o emocional nas falas de fãs acerca da importância do Sabbath para a vida de cada um deles.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Assista ao trailer

Hebe - A Estrela do Brasil

Assista ao trailer

Divaldo - O Mensageiro da Paz

Assista ao trailer

Vision

Assista ao trailer

IT - Capítulo 2

Assista ao trailer

Nada a Perder 2

A melhor hospedagem

Hostinger