Crítica: "A Guerra dos Sexos", o novo filme de Emma Stone | Cabine Cultural
Cinema Críticas Notícias

Crítica: “A Guerra dos Sexos”, o novo filme de Emma Stone

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
A Guerra dos Sexos

A Guerra dos Sexos

“Antes de o filme chegar ao famoso jogo, no entanto, o roteiro de Simon Beaufoy mostra ao público o que estava acontecendo nas vidas privadas dos protagonistas”

Por NoSet

Mulheres recebendo menos do que homens pelo mesmo trabalho ainda é um problema muito atual e que está longe de acabar. Essa demanda, no entanto, começou há muitas décadas e as discrepâncias eram ainda maiores do que agora.

As jogadoras de tênis nos EUA recebiam um oitavo do que seus colegas do sexo masculino, apesar de venderem a mesma quantidade de ingressos. Esse é um dos muitos problemas que as mulheres enfrentam no início de A Guerra dos Sexos, o novo filme dos diretores Jonathan Dayton e Valerie Faris (ambos também dirigiram A Pequena Miss Sunshine).

Billie Jean King (Emma Stone), de 29 anos, não é apenas a tenista número um no mundo na década de 1970, mas também lidera a luta pela igualdade de direitos contra Jack Kramer (Bill Pullman), o machista responsável pelo Torneio de Tênis do Pacífico Sudoeste. Enquanto isso, Bobby Riggs (Steve Carell), um tenista aposentado de 55 anos, que também foi o número um na década de 1940, está assistindo o sucesso de Billie… Continua a leitura


Deixe uma resposta