O campeão do MasterChef Profissionais em 2017 é Pablo
Crítica televisão Notícias Televisão

O campeão do MasterChef Profissionais é Pablo. Ao menos por merecimento

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

MasterChef Profissionais final

MasterChef Profissionais tem final nesta terça

Final do reality culinário acontece nesta terça, 5 de dezembro, às 22h30 na tela da Band; Pablo e Francisco lutam por título

Neste exato instante acontece em São Paulo a final do MasterChef Profissionais em sua temporada. Pablo e Francisco disputam, numa final masculina, o título de melhor cozinheiro profissional do país. Foram dois grandes candidatos, longe de serem os mais relevantes, ou os mais populares, eles são, entretanto, os mais experientes.

Até então a experiência não contava tanto no MasterChef, em qualquer edição. Na temporada passada da versão profissional, por exemplo, tivemos uma final com Dayse e Marcelo, dois jovens promissores, um bastante autoral e a outra mais conservadora, mas com traços genuínos, o que é significativo para um bom candidato poder vencer e convencer.

Sim, não é necessário mas é sempre bom convencer o público de que você é o melhor. Na edição atual, isso está longo de acontecer. Os dois finalistas, Pablo e Francisco, estão longe de serem populares, e na semifinal tomaram uma lavada em termos de torcida para Irina, a candidata perdedora. Seria muito mais interessante vê-la nesta final, mas como todos dizem, o MasterChef não é uma competição de simpatia ou humildade.

Assim, cabe-nos julgar os dois. E analisando eles, fica claro que Pablo teve uma caminhada muito mais relevante e produtiva nesta temporada que Francisco. Pablo foi conservador, aquele candidato que fazia o básico, mas sem muitos defeitos. Ainda assim, comparado a Francisco, ele teve uma jornada muito mais digna de título.

Francisco ou Pablo?

Francisco ao longo da temporada teve escolhas das mais erradas, e por muitas vezes ficou entre os piores, ou com avaliação mediana somente. Poderia ter sido eliminado quando ficou junto a seu pupilo entre os dois últimos. No fim, o paizão acabou se salvando.

A vitória de Francisco, por mais bonita que seja, será a vitória do candidato que não veremos evoluir tanto na profissão, afinal ele já aparenta estar satisfeito com o seu trabalho. Pablo talvez também esteja, mas como candidato mais jovem, talvez tenha maiores ambições. Porque o MasterChef, além de apresentar ao país o novo MasterChef, também indica que tipo de profissional o mercado de culinária pretende ter em seu nicho.

Sim, o MasterChef tem este poder. Deve usar. Não há problema algum com isso. Só esperamos que quem vença consiga representar bem a ideia de ser campeão de um reality de culinárias dos mais agradáveis e interessantes da televisão aberta no país.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta