Crítica BBB 18 | família, jornalistas, polêmicas e as mesmas bobagens
Crítica televisão Notícias Televisão

Crítica BBB 18 | família, jornalistas, polêmicas e as mesmas bobagens de sempre

  •  
  •  
  •  
  •  
BBB18

BBB18

BBB 18: programa começou nova temporada nesta segunda, e busca se renovar para ao menos consolidar o faturamento recorde da emissora

E vamos conhecer a primeira família a participar de uma edição do BBB. Foram com estas palavras que Tiago Leifert deu início a mais uma edição do reality show mais chato, mais popular, mais comentado, mais xingado e mais lucrativo da televisão brasileira.

A família Lima veio para dar um gás novo num programa já saturado, mas nos primeiros dias o que vimos foi uma polêmica daquelas que somente existe no BBB. Selinhos dados do pai na filha deram o que falar, e a família tradicional brasileira, que destila ódio pela internet, ficou chocada com algo que para eles é estranho. Só falta o MBL ou o Alexandre Frota ir à porta da Rede Globo para exigir respeito a família brasileira.

Leia+  Crítica: Tela Quente desta segunda exibe o sensacional Jurassic World: O Mundo Dos Dinossauros

Novo Jean Wyllis

Saímos da polêmica e vamos para outra particularidade desta edição, a inclusão de acadêmicos. Desde Jean Wyllis que o BBB se aproveita deste perfil de participante. Se antes a ideia era trazer pessoas bonitas com potencial grande de fazerem sexo, agora é mais produtivo levar ao público pessoas com conteúdo. Nesta edição esse sistema foi levado tão a sério que podemos ver muito em breve discussões sobre a polarização política no Brasil. Fica o destaque máximo para Mara, cientista política bastante respeitada no meio, e que se tiver a mesma esperteza do Jean, pode não só ir longe como deixar a sua mensagem, se é que isto vale alguma coisa em um programa vazio como o BBB.

Leia+  Crítica: Tela Quente desta segunda exibe a obra-prima Whiplash – Em Busca da Perfeição

Além dela, teremos uma overdose de jornalistas e futuros jornalistas, o que mostra que a profissão de fato precisa ser repensada, pois de fato parece que qualquer lugar é mais interessante para um jornalista que uma redação de jornal.

Tirando estas particularidades, nem tanto assim, o programa começa com as mesmas bobagens de sempre, seja na edição, seja na apresentação de Tiago Leifert, seja dos participantes, que tal como nós, não irá agregar quase nada a sociedade nestes poucos meses de programa. Mas afinal de contas, o BBB está ai para isso: entreter, entreter e entreter. Depois faturar e por último ter audiência.

Vamos torcer para que ao menos esta temporada seja divertida.

Leia+  Crítica: Supercine deste sábado exibe o tenso e imperdível “Sob Pressão”

Sobre o autor

Luis Fernando Pereira

Luis Fernando Pereira

Possui grande experiência na área de jornalismo cultural. Além de editor do site é colunista dos sites Coisa de Cinema, Midiorama e Feminino e Além. Fez parte de um dos júris do VII Festival Internacional Panorama Coisa de Cinema.

Deixe uma resposta