Crítica The Mick | Segunda temporada está ainda mais nonsense
Crítica séries Notícias Séries

The Mick | Segunda temporada está ainda mais nonsense

  •  
  •  
  •  
  •  
Segunda temporada de The Mick

Segunda temporada de The Mick

Crítica The Mick: série americana é uma das mais divertidas atualmente e o seu apelo entre o público é incontestável, mesmo com críticas mistas

A segunda temporada de The Mick já está sendo exibido faz alguns meses na rede aberta americana, e com os episódios já vistos podemos afirmar que a série é uma das mais nonsense e divertidas atualmente.

As razões para isso são várias, e vai desde o carisma de sua protagonista máxima, Mick (Kaitlin Olson), passando pelo restante do elenco (todos estão bem) e fechando no roteiro, que não tem pudores em extrapolar a ideia de criatividade e exibir pros série maníacos trama que não estamos vendo normalmente em outras séries.

Leia+  Crítica “Para Todos os Garotos que Já Amei”: adorável comédia romântica teen da Netflix

Tudo bem que por vezes a série chega quase no limite do aceitável, flertando com o bizarro, mau gosto ou algo do tipo. Mas ainda assim, com este limite sendo quase extrapolado, The Mick deve ser assistida por ter muito mais acertos que erros.

E em tempos do politicamente correto, a série faz um enorme sucesso com quem assiste, pois o público pelo visto cansou de ver projetos com a necessidade de levantar bandeiras, mesmo que a série em questão seja uma comédia. Tramas como Fresh Off The Boat e Supergirl estão sofrendo deste mal, ao perder tempo além do necessário para exibir relacionamentos homo afetivos, sendo que eles poderiam ser inseridos normalmente na história (caso houvesse necessidade do roteiro). Mas não há.

Leia+  Crítica Take Two: série de Rachel Bilson é comédia, leve e gostosa de ver

The Mick não está nem ai para nada: se o personagem for gay, que seja, a vida é dele e ninguém tem nada a ver com isto. Esta é a mensagem da série, e por isso ela tem uma aceitação muito grande com seu público.

A história

Mackenzie “Mickey” Murphy, uma mulher irresponsável, se muda de Warwick, Rhode Island, para Greenwich, Connecticut. Ela é forçada a cuidar dos filhos mimados de sua irmã rica depois que a mãe foge do país para evitar acusações criminais.

Sabrina Pemberton, Chip Pemberton, Ben Pemberton, além de Alba e Jimmy faze da série um show de cenas nonsense e engraçadas. E o mais interessantes é que a trama anda, ao contrário do que poderia se imaginar. Em duas temporadas, Mick passou a custodiar oficialmente os sobrinhos, e um deles descobriu que seu pai biológico não era quem imaginava.

Leia+  “Escobar - A Traição”: amor e drogas em mais um filmaço de Javier Bardem

A relação de Mick e Jimmy passou por mudanças, turbulências e foi colocado à prova por vezes, Sabrina passou pela fase de amadurecimento rumo a universidade e Alba deixou de ser empregada para ser um membro bastardo da família.

Uma ótima comédia para quem não gosta muito do politicamente correto.

Principais informações
Data de publicação:
Título da publicação:
The Mick | Segunda temporada está ainda mais nonsense
Classificação:
41star1star1star1stargray

Sobre o autor

Luis Fernando Pereira

Luis Fernando Pereira

Possui grande experiência na área de jornalismo cultural. Além de editor do site é colunista dos sites Coisa de Cinema, Midiorama e Feminino e Além. Fez parte de um dos júris do VII Festival Internacional Panorama Coisa de Cinema.

Deixe uma resposta