As maravilhas do sexo tântrico: 5 passos para o saber e o prazer
Notícias Sexo

As maravilhas do sexo tântrico: 5 passos para o saber e o prazer

  •  
  •  
  •  
  •  
Sexo Tântrico

Sexo Tântrico

Você já pensou em algum dia foder com amor? E fazer um amor foda?

Fazer sexo com quem se ama pode ser a melhor coisa do mundo. Colocar em prática este sentimento nobre com o desejo latente nos leva a experiências sexuais muito mais satisfatórias. E quando o sexo é coisa de outro mundo?

Este é o caso do sexo tântrico, que é considerado por muita gente como uma coisa fantástica, mas que pode ser aplicada por qualquer casal.

A tradução literal de Tantra é um caminho para a libertação através da expansão do autoconhecimento. É uma aprendizagem conjunta. Uma descoberta de novos territórios.

Leia+  Semana dos Famosos: Luana Piovani demitida, o parto de Sabrina Sato. E mais

Nesta modalidade, o sexo não tem foco no orgasmo, mas sim no caminho até ele, ou seja, quanto menos pressa o casal tiver para alcançar o orgasmo, maior será o prazer.

O que define sexo tântrico?

Para que uma relação sexual seja considerada tântrica é necessário que alguns princípios sejam seguidos: transfiguração, contenção e sublimação.

Transfiguração

É a adoração do que há de divino no outro. Tem a ver com um olhar para o outro nos olhos durante vários minutos, olhar para o corpo inteiro do parceiro, reconhecendo na outra pessoa uma manifestação particular de divindade.

Contenção

Significa contenção sexual. No caso de homens, não-ejaculação, e no caso de mulheres, sem orgasmos explosivos (clitorianos). Poucos homens aprenderam que orgasmo é diferente de ejaculação, e que eles também podem ter orgasmos múltiplos. E mulheres que se conhecem já entenderam que existem diferentes tipos de orgasmo e que os internos podem ser mais poderosos e satisfatórios que os clitorianos… Continue a leitura

Sobre o autor

Redação

Redação

Matéria produzida pela equipe do site.
Copyright © 2018. Cabine Cultural: arte, cultura, entretenimento; cinema & tv

Deixe uma resposta