Janine Rodrigues lança "Nuang - Caminhos para a Liberdade" sábado
Cultura pop e ETC Notícias

Janine Rodrigues lança “Nuang – Caminhos para a Liberdade” neste sábado no Salão Carioca do Livro

  •  
  •  
  •  
  •  

Janine Rodrigues - Foto Aline OuriqueJ

Janine Rodrigues – Foto Aline Ourique

“A autora convidou para a conversa o filósofo Renato Nogueira, a historiadora e professora Carolina Maíra e a cineasta Aline Lourena”

A escritora infantojuvenil Janine Rodrigues lança seu quinto livro ‘Nuang – Caminhos da Liberdade’ neste sábado, dia 19 de maio, às 15h , no  Salão Carioca do Livro (LER), na Esquina do Autor na Biblioteca Parque, Centro do Rio. Com ilustrações da artista visual Luciana Nabuco, a história fala sobre liberdade a partir do olhar de uma criança. O livro é lançado pela editora Piraporiando.

Janine Rodrigues começou a escrever esta história ainda na infância quando tinha apenas nove anos de idade. A autora fala dos Uthando, um povo conhecido por sua sabedoria, pela honra de suas palavras e por sua beleza preta. A personagem Nuang é uma Uthando alegre e talentosa, que gostava de deitar no colo de sua avó e ouvir histórias, até que um terrível acontecimento muda a vida da personagem. A história traz fortes elementos da cultura afrobrasileira e africana, incluindo palavras do tronco grupo etnolinguístico bantu.

Leia+  Trailer "O Mistério do Relógio na Parede"

Aos 36 anos, Janine Rodrigues está à frente da Piraporiando, produtora cultural e editora criada por ela em 2013. Além de escrever livros, tem uma forte atuação no incentivo à leitura, tendo desenvolvido mais de 50 projetos voltados para leitura e diversidade cultural  em 16 estados do Brasil e em países como a Colômbia, a Argentina e o Chile.

A escritora recebeu o Prêmio Destaque Artístico Cultural da Sociedade Europeia de Belas Artes, na Áustria, e o Prêmio Latino Americano de Excelência pela Academia de Letras de Rosário, na Argentina.  Além de difundir a riqueza cultural africana e afrobrasileira, a autora deseja intensificar ainda mais suas ações em escolas em favor do cumprimento da Lei 10.639/03 que versa sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana.

“É fundamental a cultura negra ser ensinada nas escolas na formação da sociedade brasileira”, ressalta Janine. Seus livros já foram adotados em mais de 60 escolas públicas e particulares. A autora realiza o projeto Jornada Literária de Contação de Histórias de “Nuang – Caminhos da Liberdade’’ em diversas escolas e demais equipamentos culturais e de educação pelo país.

Leia+  Flavio Migliaccio reestreia “Confissões de um Senhor de Idade” no Rio de Janeiro

Roda de conversa

No dia 20 de maio,  Janine Rodrigues realiza uma roda de conversa que também acontece durante o Salão Carioca do Livro (LER), às 20h. O papo será sobre liberdade, infância e cultura afrobrasileira. A autora convidou para a conversa o filósofo Renato Nogueira, a historiadora e professora Carolina Maíra e a cineasta Aline Lourena.

Paixão pela leitura

Janine é apaixonada por literatura infantil e escreve desde a infância. Quando era criança e precisava contar ou pedir alguma coisa para sua mãe, escrevia-lhe cartinhas. Quando era adolescente, ganhava livros do seu cunhado e isso despertou seu gosto pela leitura. Seu livro preferido é o Menino Maluquinho, do Ziraldo, autor muito especial para a autora, um de seus grandes inspiradores. Hoje, aos 36 anos, essa carioca divertida e bem-humorada está em sua quinta publicação e a frente da Piraporiando, editora e produtora cultural de incentivo à leitura.

Leia+  Editora Record: Iscas, de J Kent Messum, e O Homem que Virou Fumaça

Deixou um emprego numa grande consultoria para se dedicar a um negócio de sucesso que une engajamento e empreendedorismo com propósito. Assim nasceu em 2013, a Piraporiando. Mantém um canal do Youtube, que leva seu nome, onde traz temáticas ligadas à literatura, educação e diversidade. E ela não para. Adora criar. Em 2017 seu livro ‘’ As duas bonecas azuis’’ deu origem a peça homônima, premiada em 2017 no Festival de Teatro Infantil do Tijuca Tênis clube.

Este ano, junto com seu parceiro de arte, Boni, escreveu, produziu e dirigiu o curta experimental de animação ‘’ O filho do vento’’. O curta foi selecionado para a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, que acontecerá em julho de 2018.


O Candidato Honesto 2
A Freira

Sobre o autor

Úrsula Neves

Úrsula Neves

Jornalista carioca, 40 anos, mãe do Heitor de 4 anos. Gerente de Conteúdo do Digitais do Marketing. Coordenadora de Projetos de Conteúdo da Web-Estratégica. Responsável pela Coluna Mãe 2.0 Beta do site Feminino e Além. Adora ler, assistir séries pelo Netflix, ir ao cinema e teatro, navegar pela internet e viajar acordada ou dormindo.

Deixe uma resposta