Crítica: Tela Quente desta segunda exibe o sensacional Jurassic World
Notícias Televisão

Crítica: Tela Quente desta segunda exibe o sensacional Jurassic World: O Mundo Dos Dinossauros

  •  
  •  
  •  
  •  
Jurassic World

Jurassic World

 

Filmaço será exibido na Tela Quente desta segunda, dia 4 de junho, na Rede Globo, logo após a novela Onde Nascem os Fortes

A sessão Tela Quente desta segunda vai exibir um filmaço, que de tão bom é quase que imperdível para esta noite de segunda. Jurassic World: O Mundo Dos Dinossauros chega a tela da Rede Globo pouco antes de sua continuação chegar aos cinemas, prometendo uma bilheteria tão monstruosas quanto os dinossauros do filme.

A atração começa logo após a novela Onde Nascem os Fortes.

Nova trama

A nova história começa com a abertura do Jurassic Park, localizado na ilha Nublar. Com isso, as pessoas podem conferir shows acrobáticos com dinossauros e até mesmo fazer passeios bem perto deles, já que agora estão domesticados. Entretanto, a equipe chefiada pela doutora Claire (Bryce Dallas Howard) passa a fazer experiências genéticas com os animais, de forma a criar novas espécies. Uma delas logo adquire inteligência bem mais alta, logo se tornando uma grande ameaça para a existência humana.

Leia+  Crítica: Supercine deste sábado exibe o fracasso “O Cavaleiro Solitário”, com Johnny Deep

Crítica

Não dá para não mencionar que alguns elementos da premissa de Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros traz vagas, mas ainda assim, lembranças de O Planeta dos Macacos. Modificá-los geneticamente e por consequência fazê-los mais inteligente que o previsto é um ponto bem similar entre os dois filmes. Porém, enquanto que no filme dos macacos este elemento foi usado para construir uma espécie de revolução dos bichos, em Jurassic World o uso foi somente para criar um ser amedrontador, que será o fio condutor de parte do filme.

Pode parecer óbvio, mas os dinossauros são de fato o grande destaque da trama estrelada pelo talentoso Chris Pratt. A dinâmica construída entre o seu personagem (Owen Grady) e os velociraptors é muito bem construída, tanto pelos roteiristas, quanto pelo próprio ator, um dos mais carismáticos e competentes de sua geração. Assim, desde o início da história já sabemos que existe uma relação ‘de confiança’ entre eles, o que torna coerente as ações do desfecho da trama.

Leia+  Supercine deste sábado exibe a comédia Trocando os Pés, com Adam Sandler

Jurassic World merece todos os recordes que vem quebrando. Com uma história eficiente, que traz até questões morais e filosóficas para serem debatidas, o filme diverte e deixa o espectador tenso do início ao fim. Chris Pratt merece um destaque especial, por sua atuação que deixa marca e o torna peça imprescindível para uma futura sequência, que certamente virá.

Sobre o autor

Redação

Redação

Matéria produzida pela equipe do site.
Copyright © 2018. Cabine Cultural: arte, cultura, entretenimento; cinema & tv

Deixe uma resposta