‘Kubrick 90 anos’: MIS exibe mega mostra sobre cineasta esta semana
Cinema Cultura Notícias

‘Kubrick 90 anos’: MIS exibe mega mostra sobre cineasta esta semana. Veja programação

  •  
  •  
  •  
  •  
Laranja Mecânica o filme

Laranja Mecânica, um dos maiores clássicos do cinema

 

Programação de uma semana traz mostra de filmes, bate-papo e exposição de cartazes de ‘2001 Uma odisseia no espaço’, além de uma edição especial do Cinematographo com o ‘O iluminado’

Um dos grandes nomes de toda a história da cultura moderna. Desta forma que podemos nos dirigir a Stanley Kubrick, gênio do cinema, que completaria 90 anos no próximo dia 26 de julho.

Para homenagear o icônico diretor norte-americano, o MIS de São Paulo preparou uma programação especial.

Entre os dias 24 e 29 de julho Kubrick 90 anos exibe dez longas do diretor, entre eles estão Laranja mecânica, Nascido para matar e De olhos bem fechados. A programação também traz dois eventos relacionados a 2001: Uma odisseia no espaço: um bate papo seguido da exibição do filme, realizado em parceria com a editora Todavia – que em abril deste ano lançou no Brasil o livro homônimo de Michael Benson; e a exposição 2001, que apresenta 10 cartazes de Fernando Tucunduva inspirados no longa. O encerramento acontece no dia 29 de julho com uma edição especial do Cinematographo (programa mensal do museu que exibe um filme sonorizado ao vivo) com o filme O iluminado.

Em 2013, o MIS foi a primeira instituição da América Latina a exibir a exposição internacional Stanley Kubrick (cobrimos) que apresentava mais de 500 itens como objetos, fotos e documentos relacionados aos filmes produzidos e dirigidos por Kubrick. A mostra ocupou todo o museu e foi a pioneira das grandes exposições interativas do MIS.

Confira abaixo a programação completa de Kubrick 90 anos:

24.07| Terça-feira

18h30 |Nascido para matar/Full Metal Jacket (Dir. Stanley Kubrick, EUA, 1987, 116’, 16 anos, Drama/Guerra)

Baseado no romance de Gustav Hasford, The Short Timers, o longa é considerado um dos grandes filmes sobre a guerra do Vietnã, junto com Platoon e Apocalypse Now, e um dos melhores filmes do cinema da década de 1980, com uma posição que pode ser interpretada como sendo anti-guerra. O título original – Full Metal Jacket – é inspirado num tipo de munição militar, em que o projétil de chumbo é “encamisado” por uma liga metálica mais resistente.  Um sargento (R. Lee Ermey) treina de forma fanática e sádica os recrutas em uma base de treinamentos, na intenção de transformá-los em máquinas de guerra para combater na Guerra do Vietnã. Após serem transformados em fuzileiros navais, eles são enviados para a guerra, e quando lá chegam, se deparam com seus horrores.

20h40|Glória feita de sangue/Paths of Glory  (Dir. Stanley Kubrick, EUA, 1957, 86’, 14 anos, Drama de guerra)

Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Mireau (George Meeker), um general francês, ordena um ataque suicida e como nem todos os seus soldados puderam se lançar ao ataque ele exige que sua artilharia ataque as próprias trincheiras. Mas não é obedecido neste pedido absurdo, então resolve pedir o julgamento e a execução de todo o regimento por se comportar covardemente no campo de batalha e assim justificar o fracasso de sua estratégia militar. Depois concorda que sejam cem soldados e finalmente é decido que três soldados serão escolhidos para servirem de exemplo, mas o coronel Dax (Kirk Douglas) não concorda e decide interceder de todas as formas para tentar suspender esta insana decisão.

Leia+  Segue o líder: Globo exibe neste domingo São Paulo x Fluminense pelo Brasileirão

25.07, Quarta-feira

16h|Dr.Fantástico/Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (Dir. Dir. Stanley Kubrick, Reino Unido/EUA, 1964, P&B, 93’, 14 anos, Comédia)

Baseado no romance Red Alert (também conhecido como Two Hours to Doom), um thriller da Guerra Fria de Peter George, o filme satirizou a tensão nuclear vivida pelo mundo à época. Um general americano acredita que os soviéticos estão sabotando os reservatórios de água dos Estados Unidos e resolve fazer um ataque anticomunista, bombardeando a União Soviética para se livrar dos “vermelhos”. Com as comunicações interrompidas, ele é o único que possui os códigos para parar as bombas e evitar o que provavelmente seria o início da Terceira Guerra Mundial.

18h30 | Spartacus/Spartacus (Dir. Stanley Kubrick, EUA, 1960, Colorido, 198’, 12 anos, Épico/drama)

Spartacus (Kirk Douglas), um homem que nasceu escravo, labuta para o Império Romano enquanto sonha com o fim da escravidão. Apesar de não ter muito com o que sonhar, pois foi condenado morte por morder um guarda em uma mina na Líbia. Só que seu destino é mudado por um lanista (negociante e treinador de gladiadores), que o compra para ser treinado nas artes de combate e se tornar um gladiador. Até que um dia, dois poderosos patrícios chegam de Roma com suas esposas, que pedem para serem entretidas com dois combates até morte e Spartacus é escolhido para enfrentar um gladiador negro, que vence a luta mas se recusa a matar seu opositor, atirando seu tridente contra a tribuna onde estavam os romanos. Este nobre gesto custa a vida do gladiador negro e enfurece Spartacus de tal maneira que ele acaba liderando uma revolta de escravos, que atinge metade da Itália.

26.07, Quinta-feira

19h | Barry Lyndon/Barry Lyndon (Dir. Stanley Kubrick, Reino Unido/EUA, 1975, Colorido, 184’, 14 anos, Drama/Guerra)

O longa conta a história de um pobre irlandês do século XVIII que se tornou parte da nobreza. No século XVIII, Barry (Ryan O’Neal), um aventureiro irlandês, transgride a lei e é obrigado a deixar sua cidade. Junta-se ao exército para logo em seguida tornar-se espião e traidor. Seu principal objetivo é chegar até a aristocracia através do casamento. Ele consegue, mas após um breve período de felicidade, um triste destino o aguarda.

27.07, Sexta-feira

16h|Lolita/Lolita (Dir. Stanley Kubrick , Reino Unido/EUA, 1962, 152min, 12 anos, Drama/Romance)

James Mason interpreta o professor Humbert Humbert, que aluga um quarto na casa de Charlotte (Shelley Winters), mãe de Lolita (Sue Lyon), de 15 anos. A senhora logo se apaixona pelo professor, mas ele só tem olhos para a ninfeta Lolita. Para ficar próximo da menina, Humbert chega a se casar com a mãe dela. Mas Charlotte um dia descobre sobre as intenções do marido; a história toma novo rumo, dando espaço a tragédia e a um romance entre padrasto e enteada.

Leia+  1ª Mostra Cinema e Liberdade acontece em São Paulo neste fim de semana

19h| 2001: Uma odisseia no espaço (Bate-papo + filme)

Como parte da programação Kubrick 90 anos o MIS e a Editora Todavia – que em abril deste ano lançou no Brasil o livro homônimo de Michael Benson – convidam o público para um bate-papo sobre os bastidores do filme com o jornalista e professor de escrita criativa, Ronaldo Bressane, e o repórter especial da Folha de S. Paulo, Ivan Finotti. A partir da leitura do livro de Michael Benson, os participantes discutem curiosidades e temas relacionados a um dos filmes mais marcantes do cinema mundial.  No livro, o autor reconta a extraordinária história da criação do filme, de sua gênese ao lançamento em 1968. O autor entrevistou Clarke, bem como Christiane, viúva de Kubrick, e Doug Trumbull, o criador dos efeitos-especiais do filme, conseguindo captar não apenas a epopeia cinematográfica, mas também a complexidade da relação de Kubrick e Clarke. O resultado é um misto de making of, ensaio e análise, um retrato profundo de um dos mais formidáveis filmes já produzidos.

2001: Uma odisseia no espaço/2001: A Space Odyssey (Dir.Stanley Kubrick, EUA, 1968, 179’, Colorido, 142’, Livre, Ficção científica)

Desde a “Aurora do Homem” (a pré-história), um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada a Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes.

O ingresso do filme 2001: Uma odisseia no espaço  dá direito à entrada no bate-papo (19h) + filme  (20h).

28 de Julho, Sábado

13h | De olhos bem fechados/Eyes Wide Shut (Dir. Stanley Kubrick, Reino Unido/ EUA, 1999, Colorido, 159’, Legendado, Classificação: 18 anos, Drama)

Bill Harford (Tom Cruise) é casado com a curadora de arte Alice (Nicole Kidman). Juntos formam um casal perfeito. Porém, depois de participarem de uma festa, Alice confessa ter tido atração e fantasias sexuais com outro homem, que também estava na festa. Os dois começam a discutir e Bill passa a se perguntar o porquê disto estar acontecendo com ele, então ele vai procurar seu amigo Nick Nightingale, que irá lhe mostrar um mundo de fantasias e jogos sexuais. Baseado no conto Traumnovelle, de Arthur Schnitzler. Este é o último filme de Kubrick, que morreu cinco dias depois de mostrar seu corte final do filme para o estúdio.

16h | Laranja mecânica/A Clockwork Orange (Dir. Stanley Kubrick, Reino Unido/ EUA, 1971, Colorido, 136’, Legendado, 18 anos, Ficção científica)

Alex (Malcolm McDowell), o personagem principal, é um carismático sociopata cujos interesses incluem música clássica (especialmente Beethoven), cometer estupro, e o que é chamado de “ultraviolência”. Ele lidera uma pequena gangue de arruaceiros (Pete, Georgie e Dim), a quem ele chama de seus drugues (da palavra russa друг, “amigo”, “camarada”). O filme narra a horrível série de crimes de sua gangue, sua captura, e a tentativa de reabilitação através da controversa técnica de condicionamento psicológico pelo Ministro do Interior, nomeada Ludovico. Alex narra a maioria do filme em Nadsat, uma fraturada gíria adolescente composta de gírias rimadas eslavas (especialmente russo), inglês, e cockney.

Leia+  Crítica: a épica experiência visual-político-musical de Roger Waters

19h | 2001: Uma odisseia no espaço/2001: A Space Odyssey (Dir.Stanley Kubrick, EUA, 1968, 179’, Colorido, 142’, Livre, Ficção científica)

Desde a “Aurora do Homem” (a pré-história), um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada a Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000. Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes.

29 de Julho, Domingo

15h | Cinematographo Especial O iluminado

A edição de julho do Cinematographo do MIS, é especial e traz o filme O iluminado sonorizado ao vivo pela banda VRUUMM.

O Iluminado/The Shining (Dir. Stanley Kubrick, Reino Unido/EUA, 1980, Colorido, 146’, Legendado, 16 anos, Terror)

Durante o inverno, um homem (Jack Nicholson) é contratado para ficar como vigia em um hotel no Colorado e vai para lá com a mulher (Shelley Duvall) e seu filho (Danny Lloyd). Porém, o contínuo isolamento começa a lhe causar problemas mentais sérios e ele vai se tornado cada vez mais agressivo e perigoso, ao mesmo tempo que seu filho passa a ter visões de acontecimentos ocorridos no passado, que também foram causados pelo isolamento excessivo.

Exposição: 2001
2001 é uma série criada por Fernando Tucunduva, composta por 10 cartazes inspirados na obra cinematográfica de Stanley Kubrick 2001 – Uma odisseia no espaço, de 1968, em comemoração aos 50 anos do filme. Para criá-la, o artista foi pragmático em retratar o contexto da indústria do cinema do final dos anos 1960, se baseando em uma extensa pesquisa dos recursos utilizados, estilo de imagem, cores e pôsteres da época. Os cartazes foram criados na proporção do monolito 4:9. Limites gráficos de cores e impressão, constituído pelo desencaixe das cores no produto final, com fotografias em alto contraste de textura granulada e levemente desfocadas são altamente exploradas. O contexto da luz, explorada pelo artista, leva o espectador para o questionamento da obra, conseguindo, retratar o medo e a admiração que temos acerca do desconhecido.

SERVIÇO
Kubrick 90 anos
Mostra de filmes 24 de julho a 28 de Julho
HORÁRIO consultar a programação por dia
LOCAL Auditório MIS (172 lugares)
INGRESSO da Mostra (por filme): R$ 12 (inteira), R$6 (meia). À venda na Recepção MIS a partir do dia 17.07.18, às 12h (terça a sábado, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 09h às 20h)
Classificação Indicativa: verificar a classificação indicativa de cada filme



Robin Hood

Sobre o autor

Redação

Redação

Matéria produzida pela equipe do site.
Copyright © 2018. Cabine Cultural: arte, cultura, entretenimento; cinema & tv

Deixe uma resposta