“Escobar: A Traição” tem estreia confirmada para agosto
Cinema Notícias

“Escobar: A Traição” tem estreia confirmada para agosto

  •  
  •  
  •  
  •  
“Escobar: A Traição”

“Escobar: A Traição”

 

“Escobar: A Traição” tem distribuição nacional feita pela California Filmes e tem estreia confirmada para o dia 23 de agosto nas salas nacionais

O longa-metragem sobre um dos maiores traficantes da história já tem data de estreia definida. No dia 23 de agosto, “Escobar: A Traição” mostrará aos espectadores a vida de Pablo Escobar. Baseado no best-seller de Virginia Vallejo, “Amando Pablo, Odiando a Escobar”, o filme é protagonizado por Javier Bardem, como personagem título, e Penélope Cruz.

Bardem, que além de protagonista é produtor do filme, revela que negou muitos trabalhos para viver o traficante mais famoso do mundo. “Desde 1998 me intrigo com o personagem Pablo Escobar, como pessoa. Pelos últimos 20 anos, me ofereceram vários papéis de Pablo Escobar, mas sempre os recusei porque nenhum passava de um estereótipo” conta o ator. Juntos na vida real e em cena, Penélope Cruz dá vida a Vallejo, uma das mulheres de Escobar, que, eventualmente recebe ameaças de morte por expor a corrupção do governo colombiano.

Leia+  Crítica “Slender Man”: Pesadelo sem Rosto – Será o grande terror do mês?

“Escobar: A Traição”

O filme marca o terceiro trabalho conjunto de Bardem com o diretor Fernando León de Aranoa. O diretor também é conhecido pelos filmes “Um Dia Perfeito”, “Princesas” e “Segunda-feira ao Sol”. Para Penélope Cruz, é uma honra trabalhar com o diretor. “Sempre quis trabalhar com Fernando. Admiro seu trabalho há muito tempo. Eu amo ‘Segunda-Feira ao Sol’ e muitos outros dos seus filmes. Quase trabalhamos juntos algumas vezes, mas não deu certo por conta da nossa agenda, e, finalmente, fizemos isso juntos, e ele é tão incrível em cada departamento, mas ele ama os atores. Ele cria algo especial para os atores e tem muito respeito por esse processo”, elogia.

Leia+  Nos cinemas: “Escobar: A Traição” traz Penélope Cruz como amante de ícone do tráfico

Coprodução entre as indústrias do cinema da Espanha e da Bulgária, o longa foi filmado totalmente in loco na Colômbia, começando no final de 2016. O diretor e roteirista Fernando León de Aranoa considera fundamental ter filmado por lá. “Somos gratos pela oportunidade de poder filmar em alguns dos lugares reais. Foi único para os atores conhecer os lugares onde tudo aconteceu. Em vários casos, visitamos os lugares reais e depois os recriamos em outro lugar do país. O filme se beneficiou muito da imersão, conhecimento local e conhecimento da nossa equipe colombiana”,  conta o cineasta.




Robin Hood
A Voz do Silêncio

Sobre o autor

Redação

Redação

Matéria produzida pela equipe do site.
Copyright © 2018. Cabine Cultural: arte, cultura, entretenimento; cinema & tv

Deixe uma resposta