Ninfomaníaca e as mais marcantes cenas de sexo do cinema
Cinema Lista de filmes Notícias Sexo

Ninfomaníaca e as mais marcantes cenas de sexo do cinema

  •  
  •  
  •  
  •  

Ninfomaníaca

Sexo: o cinema sempre produziu muito conteúdo adulto, seja em filmes dramáticos, em comédias, suspenses e evidentemente, nos do gênero erótico

Se existe uma coisa que une filmes de ação, comédia, suspense e de drama é o sexo. O sexo no cinema desde a sua gênese foi apresentado como forma de externar relações de amor, de desejo, de ira, ódio, paixão… infinitos sentimentos que só uma marcante cena de sexo consegue fazer simbolizar.

São muitos os filmes que buscaram levar estes elementos e cenas de conteúdo bastante adulto as suas narrativas. Temos todos os gêneros representados nesta lista que vai mostrar as cenas de sexo mais marcantes da história do cinema. Claro que muitas irão ficar de fora, então podemos dizer tão somente que por hoje estas cenas representam muito bem o sexo criado nos filmes para alavancar uma trama.

Cena Um: Ninfomaníaca – Filme dirigido por Lars von Trier, Ninfomaníaca possui algumas cenas bem marcantes, e chocante, já que o cinema feito pelo cineasta dinamarquês é feito para isso.

9 Canções

Cena Dois: 9 Canções – Este é um filme que o público indie vai amar, não pelas cenas, mas pelos shows passados durante a trama, que é recheada de sexo. A primeira cena em que há sexo explícito já impressiona bastante.

Cena Três: Instinto Selvagem – Temos aqui um dos mais icônicos representantes da lista. O filme em si já é marcante, com aquela abertura de pernas de Sharon Stone. Mas as cenas de sexo também não deixam a desejar, e mostram um Michael Douglas bastante real desejando possuir as duas mulheres do filme.

Instinto Selvagem

Instinto Selvagem

Cena Quatro: Azul é a cor mais Quente – Bem, a cena das duas meninas fazendo sexo em Azul é a Cor mais quente deveria estar no topo de qualquer lista de grandes cenas de sexo lésbico. E mesmo quando abrimos para ambos os sexos, esta cena merece destaque. Sexy, bem produzida, delicada, simbólica e maravilhosamente bem feita, é uma das mais belas cenas da história do cinema recente.

Léa Seydoux em Azul é a Cor Mais quente

Azul é a Cor Mais quente

Cena Cinco: Monster’s Ball – Depois do ódio – Pense em uma cena poderosa? Esta de Halle Berry é uma das mais profundas do cinema moderno, tanto que deu indicações e prêmios para a atriz, que até então era vista como atriz de trabalhos secundários. A cena em questão é intensa, erótica e muito marcante.

Halle Berry

Halle Berry

Cena Seis: Cisne Negro – É sexo entre duas das mulheres mais lindas do cinema que você quer? Então a cena perfeita é esta com Milla Kunis e Natalie Portman em Cisne Negro. Excitante do início ao fim, a cena dá uma profundidade ainda maior ao filme, um dos mais esquizofrênicos e sensacionais destas duas últimas décadas.

Cisne Negro

Cisne Negro

Cena Sete: Love – Love foi o primeiro filme erótico feito em 3D para um público um pouco mais geral. Um pouco porque obviamente a censura foi de 8 anos. O filme não é tão pesado como estava se desenhando, mas tem algumas cenas bem marcantes, sobretudo se você assistir com os tais óculos de 3D.

Love

Love

 

Cena 8: Namorados para Sempre – Filmaço, um drama sobre relacionamento, com dois dos melhores atores da geração atual: Ryan Gosling e Michelle Williams. Um filme sobre relacionamentos amorosos reais, que nem sempre acabam bem, e com algumas cenas de sexo espetaculares.

Namorados para Sempre

Namorados para Sempre

Cena Nove: Ken Park – Ken Park é um filme alternativo sobre a vida no subúrbio, e as pessoas de um modo geral. Fala sobre comportamento, e tem um foco bem intenso nos jovens do filme. Eles protagonizam algumas das cenas de sexo mais intensas do cinema, e a última é algo espetacular, para quem gosta de sexo explicito em filmes de qualidade.

Ken Park

Ken Park

Cena Dez: Lucia e o Sexo – Filme espanhol que ficou bem conhecido entre o público mais alternativo, O filme lançou Paz Vegas para os olhos de muita gente, e mesmo com muitas cenas de sexo, a trama não se sustenta com isso somente. É um belo drama.

Lucia e o Sexo

Lucia e o Sexo

Cena 11: Bruna Surfistinha – Sim, o cinema nacional também produziu ao longo dos anos ótimas sequências de sexo em bons filmes. Tudo bem que existiu por um longo tempo aquela lenda de que todo filme nacional tinha que ter sexo e putaria. O fato é que poucos conseguiram colocar o sexo de forma relevante na trama, e Bruna Surfistinha foi um desses filmes. E Deborah Secco está ótima.

Bruna Surfistinha

Bruna Surfistinha

Cena Doze: E Tua Mãe Também – Outro filme espanhol, lançado na mesma época de Lucia e o Sexo. O elenco é estrelado, com Maribel Verdú, Gabriel Garcia Bernal e Diego Luna protagonizando cenas quentes e bem feitas. O sexo explica muito do que está sendo proposto pelo filme.

E Tua Mãe Também

E Tua Mãe Também

Cena 13: Shortbus – O filme de 2008 é outro exemplar do cinema alternativo e indie, que fez muito sucesso na década de 2000. As cenas são bem picantes e com sexo explicito.

Shortbus

Shortbus

Sobre o autor

Redação

Redação

Matéria produzida pela equipe do site.
Copyright © 2018. Cabine Cultural: arte, cultura, entretenimento; cinema & tv

Deixe uma resposta