Lista de cinema: os piores filmes do 2º semestre de 2018
Cinema Lista de filmes Notícias

Lista: os piores filmes do 2º semestre de 2018

O ano de 2018 acabou e o Ícone do Cinema não poderia deixar de elencar os melhores e piores filmes do segundo semestre. Se você ainda não sabe qual filme assistir, aqui vai uma lista dos imperdíveis e que merecem o destaque, assim como aqueles que você deve passar longe!

Lista dos piores filmes de 2018

A Primeira Noite de Crime
Nota: 2,0/5,0

(…)Apesar de bem executado, o mesmo não podemos falar do seu roteiro, o qual utiliza praticamente todos os clichês e estereótipos existentes no mundo cinematográfico para abordar um tema tão delicado como a organização criminal e os negros. Isto porque a motivação do amor, os ideais norte-americanos entre outros aspectos suavizam a dramaticidade da obra, a torna muito menos impactante para um problema tão sério, como o racismo no centro da tortura perpetrada pelo governo. Neste sentido, nem a presença de fantasias da Ku Klux Klan teve uma importância simbólica maior narrativa, quando poderia ter sido melhor explorada.(…) Leia a crítica completa  

Aquaman
Nota: 2,0/5,0

(…)todos os problemas íntimos e familiares que envolvem a jornada do protagonista parecem ser resolvidos em 5 minutos, mesmo quando os motivos desempenham um importante aspecto de sua própria narrativa, como por exemplo, o fato de Aquaman ser mestiço e os aspectos políticos que envolvem as escolhas de Atlanna e a forma como isso afetou seu outro filho. Isso sem qualquer amadurecimento gradual por parte de qualquer um dos personagens ou qualquer reflexão acerca das consequências de seus atos para todo um universo, cuja população sequer é considerada na equação.(…) Leia a crítica completa.  

Robin Hood
Nota: 1,0/5,0

(…) o longa se concentra demais na história de amor entre Hood (Egerton) e Marian (Hewson), ofuscando qualquer tipo de problemática que o roteiro tente resolver como, por exemplo, os traumas da guerra e a pobreza. Não sabemos nada da origem dos personagens, a não ser que o protagonista era um rico mimado que caiu de pára-quedas na guerra. Da mesma forma, todos os atos do herói em prol da sociedade são motivados pelo seu amor por Marian, para que ela volte a confiar nele ou então para ser honrado nos olhos dela e tirar o namoradinho Will (Dornan) do seu caminho.(…) Leia a crítica completa.

 

Continua a leitura

***

Gabriella Tomasi

Gabriella Tomasi

Gabriella Tomasi é crítica de cinema, graduanda em letras, membro do coletivo de mulheres críticas de cinema – ELVIRAS, e possui o blog Ícone do Cinema

Deixe uma resposta