Livro que virou filme: “Carol”, de Patricia Highsmith
Literatura Notícias

Livro que virou filme: “Carol”, de Patricia Highsmith

  •  
  •  
Carol

Carol

“Enquanto Therese é aquela jovem garota, começando a vida, procurando meios de se sustentar, Carol é aquela mulher à frente de seu tempo: mãe, separada, independente”

Existem livros que a gente compra no impulso. Como eu gosto muito de ler os que viram filme antes de assistir a adaptação, corri e comprei “Carol”. Afinal, um filme com Cate Blanchett é sempre sinal de atuação fantástica e uma história imperdível. Eu estava certa.

Não tinha a mínima ideia do que se tratava e foi uma leitura que adiei, por ordem de preferência e curiosidade, até o dia que eu falei “hoje vai”.

Escrito por Patricia Highsmith, tendo sua primeira publicação em 1952, o livro narra o romance proibido entre Carol e Therese. Sim, duas mulheres. O que faz parte do nosso cotidiano (apesar de todo o preconceito que ainda existe), na época causou alvoroço. Para mais impacto na sociedade, há uma grande diferença de idade entre as duas personagens.

Leia+  Comprar livros com cupons de descontos é tudo de bom

Elas se conhecem no fim de ano, quando Therese trabalha temporariamente numa loja de departamentos e Carol entra para comprar um presente para a sua filha. A vendedora fica encantada com a mulher que entra na loja. Aquela coisa de “meu Deus, quem é essa mulher?”, sabe? Você consegue sentir o que a personagem vivencia, porque Patricia nos passa tudo através de sua escrita. Ou seja: você também se encanta por Carol.

Enquanto Therese é aquela jovem garota, começando a vida, procurando meios de se sustentar, Carol é aquela mulher à frente de seu tempo: mãe, separada, independente. O tipo de mulher que choca o meio em que vive, mas que conquista qualquer pessoa por sua autenticidade. Um total de zero queixas sobre essa mulher… Continua a leitura

Sobre o autor

Avatar

Camila Botto

Formada em jornalismo com pós-graduação em mídias digitais, Camila Botto é colunista do Cabine Cultural, editora-chefe do Feminino e Além, autora do livro Segredos Confessáveis e sócia da Dendê Cult Press.

Deixe uma resposta