Link Perdido
Cinema Críticas Notícias

Crítica Bacurau: um triste Brasil em meio a faroeste moderno

Bacurau
Bacurau

Com faroeste moderno, cineastas Juliano Dornelles e Kleber Mendonça desenham o triste Brasil do apagamento histórico, humano e cultural que segue em curso

Por João Paulo Barreto

Ao chegar à cidade de Bacurau, no interior do Nordeste, e escutar a explicação acerca do fato de que o nome do local é o mesmo de um pássaro da região, a forasteira vivida por Karine Teles replica dizendo que o animal se encontra extinto. A tréplica da dona da mercearia é exata: “Aqui, não. Mas é que ele só sai de noite. Ele é brabo!” Uma brabeza pela sobrevivência tão necessária quanto a que existe na obra Bacurau, resposta fílmica de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles ao ímpeto de extinguir povos e culturas que atualmente segue em voga por pretensas lideranças no poder.

A resistência contra essa tal morte certa que ameaça seus moradores está logo em sua simbólica imagem inicial, quando, na rodovia que leva a Bacurau (“17km. Se for, vá na paz”, adverte a placa), um caminhão pipa destroça caixões vazios que tomam conta da estrada após um acidente envolvendo o carregamento de uma funerária. De cara, o tom de sua obra é dado.

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

Em uma densa atmosfera de faroeste moderno, Juliano e Kleber desenham a ambientação de seu longa, quando vemos o futuro distópico brasileiro se confirmar no apagamento proposital de quem ainda ousa resistir. E tal resistência é total no que se refere ao domínio tanto físico quanto ideológico do local onde vivem seus habitantes. Essa é a mesma resistência que vira as costas e fecha as portas para político que, em busca de voto, traz livros velhos, comida, remédios de tarja preta, caixão e vela para angariar apoio, mas que, ao partir, leva uma prostituta local consigo. A cidade de Bacurau é a representação da inteligência crítica que precisa existir e resistir. Leia a crítica completa

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Assista ao trailer

A Grande Mentira (The Good Liar)

Assista ao trailer

Ford vs Ferrari

Assista ao trailer

Dora e a Cidade Perdida

Assista ao trailer

Estaremos Sempre Juntos

Assista ao trailer

Doutor Sono

Assista ao trailer

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio