Carcereiros O Filme
Comportamento Cultura Notícias

A Inteligência Artificial está por toda a parte, inclusive no entretenimento

AI Inteligência Artificial ENEM
O filme Inteligência Artificial nos mostrou com seria o nosso futuro

Tal como o filme Inteligência Artificial (de 2001) mostra, parte do mundo e da sociedade já estão sob controle das inteligências artificiais

Em 2001 o cineasta Steven Spielberg lançou nos cinemas o filme Inteligência Artificial, um projeto ambicioso que tinha como missão apresentar um futuro dominado pelas inteligências artificiais. Bem, estamos em 2019, e no mundo real já podemos afirmar que aquele mundo visto na história já não é mais tão absurdo. Claro que algumas questões ainda não foram desenvolvidas, mas podemos dizer que nos dias de hoje a inteligência artificial está por toda a parte.

Uma prova disso é o estudo conduzido pela Betway Cassino, site de caça níqueis online, que apresentou uma série de aplicações dessa tecnologia no dia-a-dia das pessoas, e apontou que o seu uso acontece na medicina, na mobilidade urbana, e até mesmo no entretenimento; ela comanda diversas ferramentas que fazem o nosso dia a dia mais fácil, mais seguro, ou simplesmente mais divertido.

E um dos primeiros exemplos que tivemos na história sobre o desenvolvimento da inteligência artificial veio através do xadrez, e aquela famosa disputa de um robô contra o maior xadrezista do mundo, Garry Casparov. O caso que ficou marcado na história mostrou o quanto as IA iriam influenciar a sociedade a partir de então.

Mas ai você pode pensar: esse esforço para desenvolver programas de inteligência artificial capazes de ganhar jogos de pôquer e de xadrez, como visto exemplo dado, tem como motivo principal a vontade de ganhar jogos de pôquer e de xadrez?

A resposta é um sonoro não. Acontece que esses jogos servem como tabuleiros para que as ideias de inteligência artificial sejam testadas, aplicadas e validadas. Uma vez resolvidas, podem ser transferidas para problemas da vida real, como foram introduzidas pouco a pouco na nossa sociedade.

O pôquer e a medicina

Com isso posto podemos concluir, por exemplo, que pesquisas em pôquer ajudaram com problemas mais complexos, como o tratamento a diabetes, doença que afeta 425 milhões de pessoas mundialmente, segundo a Federação Internacional de Diabetes.

Como explica Marlos C. Machado, doutor em inteligência artificial pela Universidade de Alberta,

“Quando você está doente, com diabetes, existem diferentes tratamentos. Mas há tratamentos que, para você, são super-eficazes, mas para outras pessoas não são, e o tratamento que é médio eficaz para todo mundo. O que eles fizeram foi: podemos fazer como em um jogo de pôquer. O seu corpo são as cartas escondidas, e eu quero jogar da melhor forma, ou seja, tratá-lo da melhor maneira possível, com as informações que eu tenho”.

Inteligência artificial e o Facebook

Um dos infográficos apresentados pela Betway Cassino Online  mostra que a inteligência artificial tomou conta das redes sociais. Para se ter uma ideia, podemos dizer que todo o gerenciamento do Facebook, bem como Instagram ou Twitter, é feito com base em IA.

Tudo é linkado para que você se conecte mais facilmente com o mundo, e com as pessoas. Todas as sugestões de amizade, de artigos, de produtos para serem comprados, de empresas para serem seguidas, tudo é feito com base em AI. Incrível, não?

E o que falar de aplicativos como o Google Maps ou o Waze? Eles interferem diretamente na nossa mobilidade urbana, e contribuíram para que hoje em dia as nossas viagens fossem pensadas de modo mais estratégico, e assim podemos otimizar tempo, e qualidade de vida, por conseguinte.

Do pôquer e xadrez, passando pela medicina e finalizando com o entretenimento, podemos vivenciar hoje o futuro que o filme de Spielberg nos mostrou lá em 2001. Um mundo ainda comandado por humanos, mas tendo como grande parceira as inteligências artificiais. Elas vieram para ficar, para facilitar as nossas vidas e para mudar a forma como vemos e vivemos o mundo.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta