Música Notícias

Lista Música: como performam hoje 10 discos históricos cinquentenários

Abbey Road, The Beatles
Abbey Road, The Beatles

Discos históricos: Deezer revela que São Paulo é a cidade que mais ouve Nashville Skyline (Bob Dylan), Led Zeppelin (Led Zeppelin) e Abbey Road (The Beatles) no mundo

O ano de 1969 foi marcante para o mundo: enquanto Neil Armstrong conquistava a lua, o universo da música também fincava suas bandeiras. Não somente aconteceu o icônico festival de Woodstock, tido como um dos maiores festivais de rock de todos os tempos, como foram lançados alguns dos discos mais memoráveis: ‘Abbey Road’, dos Beatles, ‘Let it Bleed’, dos Rolling Stones e ‘Led Zeppelin’, álbum homônimo da banda que virou referência para gerações. Fora os nacionais: ‘Gal Costa’, ‘Gilberto Gil’ e ‘Os Mutantes’ também estão entre os discos que completam meio século este ano.

Para celebrar o aniversário dos 10 discos históricos do ano que mudou nossas vidas, a Deezer, plataforma global de streaming de áudio, levantou os dados de cada um deles para entender a dimensão da herança e como performam os aniversariantes nos dias de hoje. Curiosamente, a audiência mais forte da maioria dos discos – e de todos os nacionais – nem tinha nascido ainda: são os filhos da geração de 1969 que perpetuam as obras como herança cultural. Confira abaixo o ranking dos discos em número de streams.

  1. In a Silent Way, Miles Davis

O gênio do Jazz dá abertura à “fase elétrica” com o disco ‘In a Silent Way ’, um de seus álbuns mais lembrados. Apesar de ser o 6º da lista em número de fãs (mais de 775 mil seguem Miles Davis na Deezer), o disco ficou em último lugar no ranking de número de streams. Sua música mais ouvida é “Shhh / Peaceful (LP Mix)” e as faixas etárias que mais ouvem têm entre 36-45 anos (28.11%), 45-55 (22.42%), 26-35 (22.31%) e +56 (16.02%).

– Cidades que mais ouvem: Paris, São Paulo, Levallois-Perret, Belgrade e Dublin.

– Países que mais ouvem: França, Brasil, Reino Unido, Alemanha e EUA.

  1. Gilberto Gil, Gilberto Gil

‘Aquele Abraço’ foi hino dos anos 70 e, aparentemente, continua sendo: é a música mais ouvida do disco ‘Gilberto Gil ’. Com mais de 388 mil fãs na plataforma de streaming, 32.78% de seus ouvintes têm entre 26 e 35 anos. O segundo maior público, de 24,01%, é o de 36 a 45 anos e, o terceiro, compondo 18,38%, tem 18 a 25 anos.

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte e Salvador.

– Países que mais ouvem: Brasil, França, Irã, Portugal e EUA.

  1. Tommy, The Who

Os fãs de The Who fizeram escola de storytelling já em 1969 com “Tommy”, formato inédito de ópera rock que a banda popularizou à época. Com quase 1,5 milhão de fãs na Deezer, o disco ‘Tommy’, do The Who ficou em 8º lugar no ranking de streaming. Sua música mais ouvida é ‘Overture’ e a banda é a que faz mais sucesso entre os +56, com 26,82% – o maior público. É seguido por 36-45 anos (21.23%) e 46-55 (20%).

– Cidades que mais ouvem: Paris, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte.

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

– Países que mais ouvem: França, Brasil, Reino Unido, Alemanha e Países Baixos.

  1. Os Mutantes, Mutantes

O segundo álbum de uma das bandas brasileiras mais icônicas de rock psicodélico tem ‘A Minha Menina’ como música mais ouvida no streaming. Além de ser um clássico, conta com faixas hits como ‘Não Vá Se Perder Por Aí’ e ‘2001’. Com quase 40 mil fãs, mais de metade de sua audiência se concentra entre 26 a 45 anos: 30.79% tem entre 26 a 35 anos, enquanto 26.13% tem 36-45.

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Recife.

– Países que mais ouvem: Brasil, França, Irã, Alemanha e Reino Unido.

  1. Gal Costa, Gal Costa

Em 2012, Gal Costa foi eleita como a 7ª voz da música brasileira pela Revista Rolling Stone. ‘Gal Costa ’ foi seu primeiro álbum e ficou marcado como o ato final da Tropicália. Com mais de 198 mil fãs na Deezer, a música ‘Baby’ é a mais ouvida. O público que mais ouve tem entre 26- 35 anos (36.83%) e 36-45 (23.95%).

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Salvador e Belo Horizonte.

– Países que mais ouvem: Brasil, França, EUA, Canadá e Irã.

  1. Jorge Ben, Jorge Ben

Jorge Ben lançou quatro álbuns na década de 60 e ‘Jorge Ben ’ foi um dos que lideraram seu sucesso e consolidação como um artista brasileiro referencial. Composto de hits icônicos como “País Tropical”, “Que Pena” e “Charles Anjo 45”, o sexto álbum da carreira do carioca se tornou o mais ouvido dentre os nacionais da lista. Jorge Ben acumula mais de 129 mil fãs e a música mais ouvida do disco é ‘País Tropical’. O público que mais ouve está concentrado entre 26 e 45 anos: 35.24% tem entre 26-35, enquanto 24.93% tem 36-45.

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Paris, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife.

– Países que mais ouvem: Brasil, França, EUA, Espanha e Canadá.

  1. Nashville Skyline, Bob Dylan

Apesar de ser criticado por fãs na época por revelar um perfil country delicado, o nono álbum de Bob Dylan, ‘Nashville Skyline ’, é considerado como um dos melhores de sua carreira. ‘Lay, Lady, Lay’,- escrita para a inserção no filme ‘Midnight Cowboy’, a música é a mais ouvida do disco na plataforma de streaming. Bob Dylan é o 4º em número de streams e o 5º em número de fãs (aproximadamente 1,2 milhões de pessoas o seguem na Deezer). O cantor norte-americano é o segundo mais ouvido pelos 56+ na lista , com 20,74% – também é muito ouvido pelo público de 26-35 anos (23.53%) e 36-45 (22.45%).

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Paris, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

– Países que mais ouvem: França, Brasil, EUA, Reino Unido e Alemanha.

  1. Led Zeppelin, Led Zeppelin

Quando “Led Zeppelin” foi lançado, mal sabia a banda que seria o primeiro de uma jornada de 39 anos de discos de sucesso e que entraria no 29º lugar na lista ‘500 Greatest Albums of All Time’ da Revista Rolling Stone. Além de ser o terceiro em número de streams, Led Zeppelin ocupa a mesma posição no ranking de fãs na plataforma, com quase 3,2 milhões. ‘Good Times Bad Times’ é a música mais ouvida e tem um público bem distribuído: 29.01% (26-35), 24.9% (36-45), 21.04% (18-25), 13.44% (46-55), 8,07% (+ 56) e 3,59% (<18).

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Paris, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

– Países que mais ouvem: França, Brasil, Reino Unido, Alemanha e EUA.

  1. Let it Bleed, Rolling Stones

O 10º disco da banda britânica foi o último em que todos os integrantes originais participaram. Assim como em Led Zeppelin, os números também coincidem: segundo disco mais ouvido na Deezer e também o segundo maior em número de fãs: mais de 4,5 milhões de pessoas seguem o grupo londrino na plataforma de streaming. Sua música mais tocada é ‘Gimme Shelter’ e mais da metade de sua audiência se divide entre os 26-35 anos (29.73%) e 36-45 (26.07%).

– Cidades que mais ouvem: Paris, São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

– Países que mais ouvem: França, Brasil, Reino Unido, Alemanha e EUA.

  1. Abbey Road, The Beatles

O disco ‘Abbey Road’ virou um dos mais famosos da história não só pela trilha, mas também pela imagem dos quatro membros da banda The Beatles em uma faixa de pedestres na rua homônima. Coincidentemente, o primeiro em número de streams também é o primeiro em número de fãs: mais de 5,1 milhões de pessoas seguem os meninos de Liverpool na Deezer. É o único disco gringo na lista cujo país campeão de audiência é o Brasil. A música que mais recebe play é a inesquecível ‘Here Comes The Sun’ e a força da perpetuação do disco se baseia no público entre 18 e 45 anos: 34,26% (26-35), 25,34% (18-25) e 23,18% (36-45).

– Cidades que mais ouvem: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Recife.

– Países que mais ouvem: Brasil, EUA, Irlanda, Reino Unido e Portugal.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Feminino e Além

Feminino e Além