Comportamento Notícias Sexo Vídeos

Shibari, Bengala, anões: confira top 3 de canal de Geisy Arruda no Youtube

Geisy Arruda Sexo
Geisy Arruda

Geisy Arruda possui canal no Youtube, o Ponto G, e conversa de modo descontraído com os seus convidados

Um dos canais mais interessantes do Youtube atualmente, ao menos dos que falam abertamente sobre sexo, é o canal da Influencer Geisy Arruda, que tem uma história de vida bem marcante, como quase todos aqui devem ter acompanhado.

O seu canal, Ponto G, já recebeu convidados exóticos, e já mostrou coisas que muitos duvidavam.

Vamos ao top 3 desses vídeos.

3. Kid Bengala

2. Anões

1. Shibari

Quem é Geisy Arruda?

Geisy Arruda nasceu em 5 de junho de 1989, filha de pais oriundos do estado de Pernambuco e residentes em São Paulo.

No dia 22 de outubro de 2009, então estudante do curso de turismo da Universidade Bandeirante de São Paulo, Geisy foi hostilizada por conta de um vestido rosa-choque, considerado curto demais por outros alunos. A hostilização ganhou proporções que fugiram do controle da universidade, exigindo a presença da Polícia Militar para a proteção da aluna e sua saída do recinto.

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

 Os vídeos do caso, que foram gravados a partir das câmeras de celulares de outros alunos, logo se disseminaram na internet.[ O caso ganhou destaque na grande mídia nacional e impacto internacional, chegando a ser noticiado no The Guardian, Pakistan News, Examiner, Yahoo! Voices, The New York Times e Associated Press, com direito a reportagem na CNN. Apesar de ter sido vítima, chegou a ser expulsa da universidade. Embora sua expulsão tenha sido revogada, ela decidiu que não voltará a frequentar a faculdade.

Posteriormente, a ação dos alunos que a hostilizaram foi repudiada e classificada como sexista pelo corpo feminino que compõe a União Nacional dos Estudantes (UNE). A Ordem dos Advogados do Brasil pediu retratação pública à aluna pela Uniban. Os senadores Valter Pereira e Eduardo Suplicy se posicionaram contra o incidente.

Marcadores

1 comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Feminino e Além

Feminino e Além