Notícias Televisão

Na Rede Globo: Lady Night (30/1) recebe Lázaro Ramos

Tata Werneck em Lady Night
Tata Werneck em Lady Night

‘Lady Night’ vai ao ar na Globo nas noites de quinta-feira, logo após o ‘Big Brother Brasil’. O programa tem a direção de Lilian Amarante

O público poderá matar a saudade de Lázaro Ramos nesta quinta-feira, no segundo episódio da segunda temporada de ‘Lady Night’ na Globo. Para a apresentadora Tatá Werneck, Lázaro explicou a origem de seu primeiro nome artístico, Lula Somar; contou que gosta de cozinhar e testa pratos diferentes, chegando a inventar uma feijoada de pinhão; disse que já teve crise de riso a ponto de parar a peça; e que não sente culpa de nada.

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

‘Lady Night’ vai ao ar na Globo nas noites de quinta-feira, logo após o ‘Big Brother Brasil’. O programa tem a direção de Lilian Amarante.

Lázaro Ramos

Nascido em Salvador no dia 01/11/1978, Luís Lázaro Sacramento Ramos começou a estudar teatro na escola. Aos 15 anos entrou para o Bando de Teatro Olodum, formado por atores negros.

Enquanto dava os primeiros passos na carreira artística, Lázaro trabalhou como técnico de laboratório de análises clínicas. Ele estudou Patologia no colegial técnico que cursou em Salvador. Nessa época sua mãe foi acometida por uma doença degenerativa, e o ator, filho único, ajudava a pagar as contas de casa.

Nos primeiros anos como ator, Lázaro fez uma série de peças com o Bando, como “Ó Paí Ó” (1993) , “Zumbi” (1995) e “Cabaré da Raça” (1998). Estreou no cinema em 1995, fazendo uma participação em “Jenipapo” e, em 1998, atua em “Cinderela Baiana”, filme que teve a ex-dançarina do É o Tchan Carla Perez como protagonista.

Em “Sabor da Paixão” (2000), contracenou com Murilo Benício e Penélope Cruz. No mesmo ano, o ator ganhou destaque ao participar da aclamada peça “A Máquina”, que revelou também Wagner Moura e Vladimir Brichta, dois grandes amigos de Lázaro.

Porém, o ator se tornaria famoso e reconhecido como um excelente ator em 2002, ao protagonizar o premiado “Madame Satã”. No ano seguinte é lançado “O Homem que Copiava”, com mais uma atuação elogiada de Lázaro.

A partir daí teve início uma sucessão de obras de sucesso e prêmios, tanto no cinema quanto na TV. O ator trabalhou em longas como “Carandiru” (2003) , “Ó Paí Ó” (2007) e em “Saneamento Básico – O Filme” (2007). Na rede Globo, participou de “Carga Pesada”, “Cobras & Lagartos” (2007) e “Decamerão – A Comédia do Sexo” (2009), entre outros.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta