Cinema Lista de filmes Notícias Sexo

Lista de cinema: Rocco e os filmes com cenas de sexo disponíveis na Netflix

Bruna Surfistinha - Sexo
Bruna Surfistinha

Sexo – Netflix ainda não possui um acervo considerável para o público adulto, mas temos alguns filmes que flertam com o sexo

A Netflix, podemos dizer, é um tanto conservadora quando vai adicionar produções ao seu catálogo. Muitos filmes, mesmo comerciais e até de arte, mas que contém cenas de sexo, não são adicionados a plataforma de streaming mais famosa do mundo. Mas mesmo com certa dificuldade, não é impossível o assinante que gosta de cenas mais quentes ser contemplado pela Netflix.

A seguir damos dicas de filmes que traz em seu conteúdo uma boa quantidade de cenas calientes de sexo.

Bruna Surfistinha

Com o pseudônimo Bruna Surfistinha, Raquel (Deborah Secco) mergulha no universo da prostituição e se torna uma celebridade na internet. Tímida no início, a jovem atrai os olhares cobiçados dos clientes ricos da cidade e logo começa a fazer sucesso. Deslumbrada com o dinheiro que passa a ganhar, ela acaba gastando mais do que deveria e se envolve no mundo das drogas. A fama vem com a criação de um blog na internet em que passa a contar suas experiências sobre os programas. A partir do site e com a ajuda de uma amiga que conheceu na prostituição, Bruna começa a atender os clientes em um local particular, numa região nobre da cidade, ficando cada vez mais famosa. Dirigido por Marcus Baldini, o filme busca mostrar os motivos que teriam levado Raquel Pacheco a fugir de casa e virar garota de programa. E ainda, o drama vivido por outras mulheres que estão na mesma situação. E tem Radiohead na trilha sonora. Sensacional isso, não?

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

Loving Annabelle

Annabelle (Erin Kelly), filha de uma importante senadora, é enviada a um Colégio Católico. Rebelde pela apatia da mãe, indiferente à doutrina e dogmas de seu novo Colégio, Annabelle sente por sua professora, Simone Bradley (Diane Gaidry) uma forte atração que subitamente transforma sua vida no novo Colégio. As barreiras de um tabu que atravessa gerações, um romance lésbico entre aluna e professora através da ótica de uma instituição católica.O filme apaixona desde o início, sua simplicidade ao tratar do assunto considerado tabu tanto para a igreja como para a sociedade é de uma leveza que contamina cada minuto do filme. Cenas bem construídas, boa fotografia e diálogos instigantes nos levam a incorporar os sonhos e fantasias vividos pelas personagens.

Rocco

Rocco Siffredi está para a pornografia assim como Mike Tyson está para o box,  ou Mick Jagger para o rock and roll. Lenda viva do mundo pornô, sua mãe queria que ele fosse padre, mas, com a benção dela, ele se tornou um ator pornô, devotando sua vida ao desejo. Nesse documentário que mostra o por trás das câmeras do mundo pornô, Rocco revela tudo, correndo o risco de acabar com o mito.

Jovem e Bela

Durante uma viagem de verão com a família, a jovem Isabelle (Marine Vacth) vive a sua primeira experiência sexual. Ao voltar para casa, ela divide o seu tempo entre a escola e o novo trabalho, como prostituta de luxo. A adolescente explora a sua sexualidade e logo começa a ganhar dinheiro com os seus clientes, mas um incidente irá fazer com que a sua mãe, Sylvie (Géraldine Pailhas), descubra as suas atividades secretas. Ao longo das quatro estações do ano, Isabelle irá viver diversas experiências, passando por altos e baixos.  Isabelle é interpretada pela jovem atriz e ex-modelo Marine Vacht que, apesar dos 23 anos e de ter participado de apenas quatro filmes, incarna sem comprometer a introspectiva adolescente de 17 anos, cujas aventuras e silêncios são pontuados por algumas belas canções românticas da cantora francesa Françoise Hardy, que às vezes funcionam quase como um monólogo interior da personagem, em suas dúvidas e questionamentos existenciais. A beleza da jovem atriz e a eficácia da trilha sonora salvam o filme do fiasco total.

Amar

Os jovens Laura (María Pedraza) e Carlos (Pol Monen) se desejam com a paixão e a loucura de um primeiro amor. Para eles, amar é a única coisa que importa, é o que preenche suas vidas. Se amam como se cada dia fosse o último, com gigantesca intensidade. Inclusive, Carlos fabrica duas máscaras de gás unidas por um tubo para poderem respirar um ao outro. No entanto, sua paixão precisará enfrentar as inseguranças e ciúmes, fazendo com que ambos sintam suas dores.  O filme começa com dois adolescentes no auge da sua paixão, inclusive experimentando coisas novas durante o sexo, com risadas, mil mensagens e tudo que há direito em um gostoso amor juvenil.

A Vida secreta de Zoe

Empresária de sucesso parece ter conseguido tudo – o marido dos sonhos que ela ama, dois filhos maravilhosos e uma carreira excelente. Por mais perfeita que sua vida seja, ela ainda é atraída para tentações às quais não pode resistir ou das quais não consegue fugir. Conforme busca uma vida secreta, Zoe se encontra arriscando tudo o que tem quando escolhe um perigoso caminho. Um filme bem atrativo, que faz o telespectador se aventurar nas descobertas sexuais da protagonista.  ‘A Vida Secreta de Zoe’ traz relatos de uma ninfomaníaca e suas aventuras sexuais, tudo isso é trazido em forma de ‘diário’ verbal, ou seja, uma ‘confissão’ de Zoe com sua psicóloga. Este filme não é nenhum ‘Ninfomaníaca’ (filme) da vida, mas agrada quem olhar.

Gandu

O filme é ambientado na vida de um protagonista sem nome, chamado Gandu pela maioria dos que o abordam no filme (uma gíria indiana / palavrão que literalmente se traduziria em ‘do burro’, a tradução em inglês que aparece na legenda o traduz. para o inglês ‘Asshole’). Gandu é retratado como um adolescente frustrado, cujo estado de espírito é demonstrado por ele fazer rap em bengali (mais tarde é revelado no filme que ele também é membro de uma banda de rap). A mãe de Gandu aparentemente apóia a família através da magnanimidade de seu ‘amante’ Dasbabu. A mãe de Gandu e Dasbabu são mostradas fazendo sexo gráfico várias vezes. O próprio Gandu é mostrado repetidamente entrando no quarto do casal copulante para roubar dinheiro da carteira de Dasbabu, que ele usa para comprar drogas e jogar jogos no Internet Cafe de Dasbabu. Aparentemente, Gandu tem emoções complexas em relação a esse roubo e cuida de escondê-lo de sua mãe.

Branquinha

Verão, Nova York. Uma jovem estudante se apaixona perdidamente por um cara que acabou de conhecer. Depois de uma noite de festa que deu errado, ela vai ao extremo para conseguir seu namorado de volta. Logo no início temos várias cenas quentes, mas no desenrolar da trama o enredo mostra que a vida o filme não é só sexo, drogas e rocki n roll. Leah faz com que seu namorado, que até então, apenas um traficante de bairro, desejar querer chegar mais longe, se envolvendo com gente da pesada para ampliar seu comércio de cocaína, a real protagonista do filme. Porém, ele acaba preso e aqui começa a saga de Leah para ajudá-lo a sair da prisão.

Oh Ramona

Oh, Ramona! segue o personagem principal Andrei do seu ponto de vista, enquanto ele entra na idade adulta e lida com o romance. Andrei tem uma queda pela “garota mais gostosa da escola”, Ramona. Mais tarde, outra garota que Andrei conhece de férias, Anemona, fica encantada com sua sinceridade e idiotice e ele acaba sendo dividido entre as duas garotas que ama. Para poder escolher, Andrei precisa introspectar sua vida.

 

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Passe no ENEM vendo filmes

Guia de Filmes