Literatura Notícias

Lista de livros: 3 obras para entender pandemias passadas

Livros sobre Pandemia
Livros sobre Pandemia

“Selecionamos 3 obras para entender pandemias passadas”

Existem dois tipos de pessoas durante a pandemia do novo coronavírus: as que não aguentam mais ouvir nada sobre isso e fogem de qualquer notícia, conversa ou informação, e as que querem entender todos os detalhes e mergulham em assuntos sobre o tema. Se você faz parte do primeiro grupo, saiba que temos uma infinidade de sugestões de leitura para relaxar e entreter durante os dias de quarentena.

Mas, se você é do tipo curioso e se sente mais seguro e relaxado sabendo tudo sobre o tema temos ótimas dicas de leitura para você também. Afinal, esta não é a primeira pandemia a transformar a vida das pessoas: ao longo dos séculos doenças assolaram regiões mundo afora e marcaram a história da humanidade.

De acordo com os especialistas em saúde e suplementação do site SAUDAVELEFORTE, compreender o momento e ler relatos de situações parecidas que foram superadas, pode inclusive ajudar a diminuir a ansiedade e o medo em algumas pessoas durante este período de tanta incerteza.

Por isso, selecionamos 3 obras para entender pandemias passadas. Confira:

Um Diário do Ano Da Peste (1722), de Daniel Defoe

“Um Diário do Ano da Peste” é uma reportagem sobre a epidemia de peste bubônica que dizimou 70 mil vidas em Londres, no ano de 1665. O livro, que tem sido modelo de rigor descritivo há quase 300 anos, mistura realidade e ficção. O autor cria personagens e diálogos que recompõem um clima novelesco, mas sem deixar de registrar os fatos com o olhar apaixonado de um repórter.

Gripe: A história da pandemia de 1918 (2002), de Gina Kolata

Em setembro de 1918, um assassino estava solto e sua área de atuação se estendia da Ásia até às Américas, passando pela Austrália e África. Milhões de pessoas morreram, os caixões se tornaram escassos e necrotérios por todas as partes do mundo estavam abarrotados de corpos.

Em Gripe, a jornalista norte-americana Gina Kolata conta a história de uma das mais impressionantes epidemias da História, que resultou numa mortandade tão significativa quanto a Peste Negra, na Idade Média. Kolata traça um paralelo entre a gripe de 1918 e as grandes pragas que assolaram a humanidade.

Desde a varíola, peste negra até a praga que atingiu Atenas em 429 A.C., a autora decifra o que poderia ter causada a influenza e porque ela era tão contagiosa.

A Grande Mortandade – uma História Íntima da Peste Negra (2011), de John Kelly

Maior e mais mortal epidemia até hoje registrada, a Peste Negra matou aproximadamente um terço da população europeia de então, causando profundo impacto demográfico, econômico e cultural na sociedade do continente. O livro conta essa história a partir de um vasto material da época e uma infinidade de dados muito bem costurados pelo autor num texto romanceado que torna a leitura muito interessante.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Passe no ENEM vendo filmes

Guia de Filmes