Cinema Notícias

Cineasta dá dicas para entendermos melhor o cinema

Puxa Conversa Cinema
Tempos Modernos é um dos maiores representantes da sétima arte

Cinema é a arte do audiovisual que fascina bilhões de pessoas ao redor do mundo

Os tempos não são os melhores, nem de longe. As pessoas estão inquietas, com medo e com muito tempo para imaginar os piores cenários em relação à vida. Definitivamente, precisam preencher todo esse espaço considerado perdido em casa.

A paixão mundial do sofá, sem dúvidas, ainda é a produção cinematográfica. Assistir aos filmes é a melhor forma de passar o tempo para os brasileiros, considerando que no ano de 2019, os cinemas receberam 172,2 milhões de pessoas, 7,6% a mais do que o ano anterior.

Leia também

A ética no cinema: lista de filmes que abordam questões éticas e morais
A ética na televisão: lista de séries que abordam questões éticas e morais
E-book – Guia completo de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
Sexo, moda e comportamento no Feminino e Além

Mas como saber se o filme é bom mesmo? Fotografia, trilha sonora, atores, enredo… é muita coisa para entender. O premiado cineasta de realidade virtual e membro do Directors Guild of America, Daniel Bydlowski, fala um pouco sobre cada uma das partes importantes para se conhecer na sétima arte.

Fotografia

A fotografia de um filme é a forma de captação de imagens ou tudo que compõe o visual dele. Faz parte a iluminação, cor, movimentos, cenários, enfim, toda aquela magia que olhamos e ficamos imaginando como eles tiveram aquelas ideias. Na questão técnica isso depende do lugar, equipamentos e operadores, que são todos escolhidos ou instruídos pelo diretor. Então, para entender se uma fotografia é boa, é necessário olhar esse conjunto, todos esses elementos precisam transmitir sensações, falar por si só e trazer estética ao filme. Ainda, deve trazer o espírito da cena, como exemplo o clima do tempo, presente, passado e futuro.

Trilha Sonora

O som de um filme pode emocionar muito mais que uma cena. Dependendo de como o diretor escolhe a trilha sonora, pode dizer muito mais do que longas explicações e as vezes encantam muito mais que o filme inteiro. Para saber se a trilha é boa, é necessário identificar se ela combina com a obra, ou seja, se encaixa com as cenas e com o mote do filme. Também, para atingir o público alvo do filme, a trilha deve agradar. Não se apegue aos cantores e compositores que estão em alta, foque na boa música e na mensagem que ela passa. Afinal, existe uma lista enorme de filmes que fizeram mais sucesso por suas trilhas sonoras do que por seus enredos.

Atuação

O ator tem que ser versátil, deve cair bem em qualquer papel e nas mais variadas emoções do mesmo personagem. Deve estar atento e combinar sua atuação com a cena, incluindo gestuais do rosto e do corpo. Para reconhecer um bom ator é preciso sentir verdade, que ele fará com que acredite no enredo. Quando a pessoa é capaz de tirar tudo da frente, enredo, musica, cenário e ver somente a verdade do ator, ela poderá dizer que o ator é bom.

Enredo

Esse é o grande protagonista de um filme. O enredo pode acabar com qualquer chance de o público gostar, ou passar por cima de qualquer outro erro por ser muito bom. Começo, meio e fim, já não é uma realidade, o enredo de um bom filme tem que prender e satisfazer, seja as vontades do público, ou a inquietação, deixando-o com mais do que tinha antes do filme, ou menos. Não importa quais, o enredo deve provocar emoções, arrancado risadas, lágrimas, medos, enfim, qualquer sentimento verdadeiro. Deve remeter ao público lembranças, cheiros, sons e ter o poder de colocá-los em algum lugar que queiram muito estar ou nunca mais voltar.

Daniel Bydlowski

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o future do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela University of Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em New Port Beach como melhor curta infantil, no Comic Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo Moondance International Film Festival.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Passe no ENEM vendo filmes

Guia de Filmes