Convenção das Bruxas
Cinema Críticas Notícias

“Resgate do Coração”: o filme de Natal da Netflix

Resgate do Coração

Produção de 2019 coloca no elenco Kristin Davies, de Sex and The City e Rob Lowe, de Parks and Recreation; resultado é bom

Sei que já estamos quase na Páscoa, mas somente agora pude assistir a uma das produções que a Netflix produz para exibir na fase pré-natalina. Normalmente são filmes sem polêmicas, com mensagens de autoajuda e de descobrimento pessoal e familiar. É quase uma regra, e é até compreensível, afinal de contas o Natal – e a fase que antecede esse evento – nos serve como momento de reflexão e de aproximação com a ideia de bondade e de religiosidade.

O filme capta bem isso.

“Resgate do Coração”: o casamento de Kate acaba de repente, e ela resolve fazer uma viagem sozinha para a África. Lá, ela encontra um novo objetivo de vida e, quem sabe, um novo amor.

Sim, o filme é simples, e nos soa próximo daquele estrelado por Julia Roberts, Comer Rezar Amar. No caso a personagem de Kristin Davies (Kate) se descobre em sua primeira parada, na África, ao se deparar com elefantes e toda uma oportunidade de voltar a exercer algo que tanto ela gosta, mas que deixou para cuidar da família: a medicina veterinária.

Em poucos minutos já vemos uma mensagem que nos é dada: não deixe de viver os seus sonhos e não deixe seus objetivos de lado em hipótese alguma. No caso de Kate a questão nem chegou a ser dramática, pois a ideia do filme era focar na sua (re)descoberta enquanto veterinária.

Leia também

Sexo, moda, comportamento, no Feminino e Além
Guia de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Lista de filmes que falam sobre Ética e moral
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil
10 livros incríveis para o homem moderno
Programação de cinema da Rede UCI Orient

A direção e roteiro, a cargo de Ernie Barbarash, Neal H. Dobrofsky e Tippi Dobrofsky, traz um trabalho simples, com planos em aberto que mostram uma beleza da selva africana que é mais lindo que tudo, mas que soa um tanto patrocinado. Ainda assim vale. O personagem de Lowe, Derek, não chega a ser bem construído. Ele em tese teria camadas, já que é um viúvo um tanto frustrado com a sua vida e que trabalha como guia para garantir ao menos um lugar para dormir.

Seu primeiro encontro com Kate é de um clichê quase sempre visto em filmes assim, comédia romântica, ou somente romance. Ele, engraçado, ela, ainda furiosa pela separação. Essa união acaba em romance, mas sem antes muitas discussões, insinuações e flertes.

O personagem do filhe de Kate, que tem uma função bem grande no roteiro, é totalmente descartável quando o vemos em cena. Mas é ele o elemento catalisador de muitas ações de Kate, e de muito do que ela se transformou. Ela largou parte da vida profissional dela para ficar com ele, e agora ela se vê sem chão justamente por ele ter chegado a fase do afastamento. Acabara de entrar na faculdade.

Enfim, “Resgate do Coração” é um filme de autoajuda e autodescoberta de uma personagem que optou por desistir momentaneamente de seus sonhos por algo em tese maior. No caso dela houve tempo de rever suas prioridades. A mensagem passada, entretanto nos questiona: esse tempo pode ser curto, então corra já para mudar o que acha que não serve na sua vida atual.

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Assista ao trailer

Enquanto estivermos juntos