Convenção das Bruxas
Crítica TV Notícias Séries

Crítica “The Undoing”: a minissérie que vai explodir a sua cabeça

The Undoing
The Undoing

The Undoing: série de seis capítulos teve seu primeiro episódio exibido neste domingo no canal fechado HBO; Nicole Kidman e Hugh Grant protagonizam esse suspense dramático

O estilo HBO de produzir séries sempre foi algo bem característico no mundo: roteiros densos, produções caprichadas, elenco competente, fotografia destacada, vários elementos que fizeram a HBO ser referência no mercado televisivo. Hoje em dia são dezenas de concorrentes que fazem tão bem e alguns casos até melhor, mas o canal americano ainda consegue entregar produções que soam estupendas já em seu primeiro episódio. Este é o caso de The Undoing, minissérie de seis episódios que estreou neste domingo no Brasil.

Protagonizado por Nicole Kidman, que vive Grace, e por Hugh Grant, que vive seu esposo, Jonathan, a série, que traz na linha de frente a cineasta Susanne Bier, de maravilhosos filmes e séries, acompanha Grace Sachs (Kidman), uma terapeuta que vivencia o chamado american way of life, o estilo de vida americano tão amado pelos ricos. No entanto, um dia tudo muda quando uma morte trágica acontece ao seu redor e ela vê seu marido sumir – com algumas revelações de que ele pode não ser o homem que Grace pensava que era. A premissa já nos é apresentada em seu primeiro episódio, e a morte trágica envolve uma jovem mãe de classe média baixa que conseguiu uma bolsa de estudos para o filho mais velho na tradicional escola onde Grace faz parte do conselho.

Quem assistiu recentemente a minissérie Defendendo Jacob, na Apple TV, vai achar semelhanças com The Undoing, e não é somente o fato de ambas saírem de livros de sucesso. Elas refletem o derretimento da família de classe média alta americana, e a ideia de que por trás de uma família supostamente perfeita se escondem segredos  e muita sujeira. The Undoing certamente vai trabalhar essa ideia ao longo dos seus 6 episódios.

O ponto forte da série, como não poderia deixar de ser, é o seu casal de protagonistas. Nicole sempre talentosa, emana psicologia em suas falas, suas roupas, seu tom de voz, seu gestual, tudo em seu personagem vende a ideia de que ali temos uma terapeuta das mais capazes. Já Hugh Grant consegue impor todos os trejeitos de um típico britânico que mistura charme com sarcasmo da melhor maneira possível.

Leia também

A ética no cinema: lista de filmes que abordam questões éticas e morais
A ética na televisão: lista de séries que abordam questões éticas e morais
E-book – Guia completo de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil

O ambiente escolar também serve para mostrar essa particularidade americana, do way of life, do estilo de vida tão aclamado durante séculos mundo afora. Nesse caso, a fotografia usada na série, um tanto nublada, dá aquela atmosfera de que no meio de um contexto aparentemente normal se esconde algo de submundo, sempre suspeito.

A morte de Elena, já no final do primeiro episódio, vai ser o fato que desencadeará todas as situações da série, e é a prova mais viva de que na sociedade de alta classe americana basta que um acontecimento desses venha a tenha para que todos os segredos sejam revelados. Não deixa de ser um clichê, mas aqui temos uma boa chance desse estilo de narrativa ser desenvolvido da melhor maneira possível, e isso podemos creditar a equipe de produção da série, incluindo a cineasta Susanne Bier.

The Undoing estreou com a missão de oferecer o estilo HBO de fazer séries. Um projeto adulto, dramático, psicológico e que ao menos no primeiro episódio, te faz explodir a cabeça com as possibilidades que ela apresenta nos seus minutos finais.

Afinal de contas, o que vai acontecer a partir dali?

 

Curta nossas redes sociais

Facebook
Instagram
Twitter
Youtube

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Assista ao trailer

Enquanto estivermos juntos