Convenção das Bruxas
Notícias Séries

As músicas das séries queridinhas do Halloween

American Horror Story
American Horror Story

Halloween chegando e o cineasta Daniel Bydlowski recomenda canções de algumas séries ideais para se ver nesta data; Halloween acontece dia 31 de outubro

Os espíritos vão se reerguer, como diz na música da banda de metal, Halloween. Pode ser ao som de Thriller, do rei do pop Michael Jackson, ou escolher Everbody, do Backstreet Boys, se for uma criança dos anos 90 e esteve na moda, e também tem a This Is Halloween, se você for o gótico suave antigo que ouvia Marlyn Manson.

Leia também

A ética no cinema: lista de filmes que abordam questões éticas e morais
A ética na televisão: lista de séries que abordam questões éticas e morais
E-book – Guia completo de filmes para passar no ENEM e em vestibulares
Os 10 filmes românticos mais assistidos no Brasil

Não importa, escolha uma trilha sonora a altura do dia mais esperado para quem adora um terror, máscaras assustadoras e sangue, muito sangue, e leia sobre todas as séries mais sombrias que as plataformas digitais podem oferecer. E depois de assistir a todas, ouça as melhores músicas escolhidas para cada uma delas.

– American Horror Story:  vamos começar pela queridinha americana. Já tem 9 temporadas e eles não se cansam de fazer bons conteúdos. Desde mansões reais assombradas ao freakshow, esta série traz um dos melhores elencos de todos os tempos. Histórias que nos prendem do início ao fim e são realistas, e os efeitos o fará tentar quebrar o realismo olhando entre os dedos das mãos. Se você realmente gosta de sangue, pode ficar tranquilo, você o verá. E, particularmente, esta trilha sonora, a abertura, Theme Song (Cesar Davila Irizarry and Charlie Clouser), cai como uma luva, mas quando vasculhamos cada música, Tonight You Belong To Me (Patience and Prudence) dá arrepios incorporada às cenas.

Cenas de American Horror Story (Tonight You Belong To Me):

Clipping (Tonight You Belong To Me):

– Marianne: essa série teve críticas de todas as formas, mas não podemos negar o terror psicológico que ela traz. A insanidade de Madame Daugeron faz com que as pessoas entrem em colapso, não vejam escapatória e nem um final para toda aquela história. E o mais interessante, é que eles são cruéis e é melhor desapegar de qualquer personagem, pois ele pode e vai morrer. Não crie expectativas de relacionamento! E aquela música que conta o que a aterrorizante alma faz nos dias da semana? Além de uma bela de uma sonorização instrumental.

– Penny Dreadful: um misto dos maiores personagens das clássicas histórias de terror, esta série incomoda. Com uma atmosfera gótica, os personagens são fortes em roteiro, figurino e olhares. É muito bem elaborada e conta com muita poesia e melancolia misturadas com sangue. Um terror intelectual, diríamos! A música clássica faz parte intensamente da trilha sonora, em especial, a The Unquiet Grave (Abel Korzeniowski), que nos faz imergir em águas de suspense e tensão.

Cenas Penny Dreadful (The Unquiet Grave):

– Um Drink no Inferno: inspirada no filme do diretor Quentin Tarantino, se essa série nos traz algo, é aflição. A vingança move os protagonistas e, ainda, os demônios famintos não dão trégua. É aquele trash mesmo, apenas com mais elegância do que o filme que o inspirou. Toda a contextualização do período colonial mexicano e as peculiaridades do país, são muito bem apresentadas. E vamos combinar que She’s Just Killing Me (ZZ Top) é energizante.

Daniel Bydlowski

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o future do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela University of Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em NewPort Beach como melhor curta infantil, no Comic-Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo Moondance International Film Festival.

 

Curta nossas redes sociais

Facebook
Instagram
Twitter
Youtube

Adicionar comentário

Clique aqui e comente

Deixe uma resposta

Assista ao trailer

Enquanto estivermos juntos