Cabine Cultural

O “Efeito Netflix” e o consumo desenfreado nos dias de hoje

A Netflix
A Netflix

“Netflix e o consumo desenfreado nos dias de hoje”

Você é daqueles que não pode ver uma nova série nos serviços de streaming que logo já quer maratonar? Saiba que você é apenas um dos milhões de adeptos do Binge-Watching. Já ouviu falar? Se você é um aficionado por séries, provavelmente já o praticou, pelo menos uma vez na vida.

Binge-watching é uma expressão em inglês que foi difundida como o comportamento viciante de assistir a uma série inteira, do primeiro ao último episódio, de uma só vez. O fato tornou-se extremamente comum e mudou completamente os hábitos e costumes de milhões em frente à TV, além de influenciar no modo de consumo dessas pessoas ao redor do mundo.

Para se ter uma ideia, os assinantes dos serviços de streaming já ultrapassaram os usuários de TV a cabo. No ano de 2020 esses números cresceram exponencialmente, com uma ajuda a mais da pandemia. A Netflix, maior serviço de streaming do mundo, estimou que o fato das pessoas permanecerem isoladas em casa, fez com que elas passassem mais de três horas por dia assistindo aos filmes e séries da plataforma.

Essas informações que acabamos de mencionar levam a resultados incríveis causados por esses tipos de serviço. O principal deles é o “Efeito Netflix” e o consumo desenfreado que ele causa nos dias de hoje.

“O ‘Efeito Netflix’ consiste em gerar um efeito tão grande no público, por conta de uma série ou um filme, que eles se tornam tão virais, mas tão virais que você acaba bombardeado por todos lados com informações a respeito da série e muitas vezes pensa: ‘eu PRECISO assistir!’, E vai lá e assiste. Isso geralmente acontece em questão de dias, devido à intensa repercussão proliferada, principalmente pelas redes sociais” explica Ricardo Amorim, especialista em comportamento do site de auxílio ao consumidor Guia 55. “E não é só isso. Você acaba consumindo tudo o que tem a ver com o novo mundo apresentado”, completa.

Vamos dar exemplos práticos de três fenômenos recentes da Netflix que impactaram o mundo de diversas formas:

O Gambito da Rainha

O GAMBITO DA RAINHA

– A série foi vista por mais de 62 milhões de pessoas nos seus primeiros 28 dias

– Isso fez a procura por tabuleiros de xadrez aumentar em 250% no Ebay

– Segundo a Federação Internacional de Xadrez, quase 1 bilhão de smartphones agora têm algum tipo de jogo de xadrez baixado. 1 BILHÃO…

– A busca no Google “como jogar xadrez” atingiu o pico da DÉCADA

– O livro que inspira a série foi best-seller 37 anos APÓS o seu lançamento

– O número de jogadores no site chess.com aumentou 500%

BRIDGERTON

– Ultrapassou o Gambito da Rainha e atingiu 63 milhões de pessoas nos primeiros 28 dias, se tornando a quarta maior série da Netflix

– Os livros que inspiraram a série se tornaram pela primeira vez na história os mais vendidos, segundo a lista do New York Times

– De uma só vez, três livros da série (são nove) entraram no Top 15 de Ficção do jornal

– Isso é incrível porque nem mesmo na época da sua publicação, há mais de 20 anos, os livros tinham feito tanto sucesso

LUPIN

– Por incrível que pareça, a série francesa se tornou a segunda mais vista da história da Netflix, ultrapassando La Casa de Papel (65 milhões), e as recém citadas O Gambito da Rainha e Bridgerton, ficando atrás apenas de The Witcher (76 milhões)

– O livro Arsène Lupin, que é de 1907 e que inspira a série, teve um disparo estrondoso nas pesquisas no Google. Segundo o site, o aumento foi de 4.336% pelo título do livro

– Já o aumento na procura pelo autor Maurice Leblanc (1846-1941) foi de 1.802%

– O livro, que foi sucesso literário no século passado, voltou a lista dos mais vendidos da França e figurou na lista de diversos outros países como Espanha, Estados Unidos e Coreia do Sul

Esses foram apenas três dos exemplos mais recentes que chocaram o mundo. A certeza é que os serviços de streaming e o “Efeito Netflix” chegaram para ficar. Ao longo do tempo outros aparecerão e a tendência é impactar cada vez mais quem assiste, criando assim novas tendências, moda e comportamento.

E aí, você tem algum palpite qual será o próximo título que fará sucesso?

Sair da versão mobile